PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pelé faz homenagem no aniversário de Maradona e celebra 'linda amizade'

Pelé e Maradona no sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia - Michael Regan - FIFA/FIFA via Getty Images
Pelé e Maradona no sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia Imagem: Michael Regan - FIFA/FIFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/10/2021 10h42

Se estivesse vivo, Diego Maradona faria 61 anos hoje (30). Pelé, que está no panteão dos melhores jogadores da história ao lado do argentino, fez uma homenagem ao amigo, que morreu no ano passado após uma parada cardíaca.

"Deus lhe deu a genialidade. O mundo lhe deu o seu amor", escreveu o brasileiro, que completou 81 anos na semana passada. "Diego estaria de aniversário hoje. Eternamente, neste dia, quem ama futebol vai lembrar do que ele fazia com a bola. Já eu, particularmente, tenho a chance de lembrar com carinho da linda amizade que tivemos. Essas memórias são um verdadeiro presente."

Protagonistas do eterno debate sobre que seria o melhor da história, Pelé e Maradona tiveram uma amizade turbulenta, marcada pela admiração que nutriam um pelo outro e por alfinetadas. Maradona cresceu sonhando em conhecer o brasileiro, o que aconteceu em 1979, no Rio. Quando despontou na Argentina, Maradona recusava as comparações com Pelé e chegou a criticá-lo em sua autobiografia: "Quando nos encontrávamos, saía faísca".

Anos depois, Pelé e Maradona se reconciliaram, o que ficou marcado na participação do tricampeão em um programa apresentado pelo argentino em 2005. Tocando um violão, Pelé cantou para o amigo: "Quem sou eu, Maradona? Quem é você? Você quer ser eu. E eu quero ser você."

Desde que Maradona morreu, em novembro do ano passado, Pelé vem fazendo homenagens e relembrando a amizade com o argentino. Na Argentina, os fãs do camisa 10 farão uma série de homenagens para marcar seu primeiro aniversário depois da morte do ídolo.

Futebol