PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Como chegada de Cristiano Ronaldo prejudicou Pogba após início arrasador

Após sete assistências nas primeiras quatro rodadas da Premier League, Pogba viu desempenho cair - Catherine Ivill/Getty Images
Após sete assistências nas primeiras quatro rodadas da Premier League, Pogba viu desempenho cair Imagem: Catherine Ivill/Getty Images

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

30/10/2021 04h00

Manter consistência ao longo de uma temporada foi sempre o grande desafio de Paul Pogba desde sua contratação por 105 milhões de euros pelo Manchester United, em 2016. E o francês começou 2021/22 animando a torcida, com incríveis sete assistências nos primeiros quatro jogos da Premier League. Desde a chegada de Cristiano Ronaldo, porém, a inconstância voltou a assombrar o meio-campista.

Mas o que uma coisa tem a ver com a outra? A resposta está nas modificações que o técnico Ole Gunnar Solskjaer precisou fazer no time após a contratação bombástica do português. Com o camisa 7 titular incontestável na frente, outros jogadores tiveram que alterar seu posicionamento —incluindo Pogba, que voltou a ser escalado em uma função mais recuada, onde costuma ter dificuldades defensivas.

O francês começou a temporada atual como terminou a última: como meia esquerda, tendo sempre dois volantes mais defensivos às suas costas (dois entre Fred, McTominay e Matic). Nessa posição, deu quatro assistências na goleada por 5 a 1 contra o Leeds na primeira rodada, mais uma no empate por 1 a 1 com o Southampton na segunda rodada, e outros dois passes para gol nos 4 a 1 sobre o Newcastle, na quarta rodada.

Esse jogo contra o Newcastle, aliás, marcou a estreia de Cristiano Ronaldo, que fez dois gols. Com a entrada do português, o jovem Greenwood, que vinha jogando como centroavante, foi deslocado para o lado do campo. Pogba, por sua vez, também foi recuado e passou a jogar como volante. Suas duas assistências saíram já no final da partida —uma delas foi um passe simples para Bruno Fernandes acertar uma bomba de fora da área.

Desde então, como volante, Pogba não deu mais assistências e nem teve atuações regulares, chegando até a perder a condição de titular em partidas mais recentes, quando Solskjaer optou por uma dupla mais sólida com Fred e McTominay. Nos 5 a 0 sofridos para o Liverpool na rodada passada, o francês entrou no segundo tempo e ficou apenas 15 minutos em campo antes de ser expulso por uma falta dura.

O caso de Pogba é um exemplo de como o Manchester United sofre com problemas coletivos. Cristiano Ronaldo tem seis gols em 10 jogos e já salvou o time com lances decisivos em algumas partidas, mas as modificações que precisaram ser feitas para que ele entrasse na equipe afetaram o desempenho de outros jogadores. Resta saber se será mesmo Solskjaer, pressionado após a humilhação contra o Liverpool, o treinador que conseguirá consertar essas questões.

Futebol