PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Tite convoca seleção com goleiro do Grêmio como único 'brasileiro'

Do UOL, em São Paulo

29/10/2021 04h00Atualizada em 29/10/2021 12h21

Classificação e Jogos

O técnico Tite, da seleção brasileira, anunciou hoje a lista de convocados para os dois próximos jogos da equipe, contra Colômbia e Argentina, nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022, no Qatar. O treinador só convocou um atleta de clubes brasileiros, o goleiro Gabriel Chapecó, que é reserva no Grêmio. As partidas serão realizadas em meio às rodadas 31, 32 e 33 do Brasileirão.

A medida de Tite de chamar só um "brasileiro" vai ao encontro do que a cúpula da CBF queria e evita um desgaste maior com os times nacionais, já que diminui o número de desfalques na reta final do Campeonato Brasileiro. Porém, a comissão técnica da seleção esclareceu que poderá convocar mais atletas que atuam no futebol brasileiro em caso de contusão ou suspensão.

"Nós conversamos com o Grêmio. Nós não queremos prejudicar os atletas e trouxemos um jogador [Gabriel Chapecó] que não está titular agora, mas que tem 23 jogos como titular. Mas que tem, nas categorias de base e na seleção olímpica, todo um histórico que o credencia a estar", declarou Tite na entrevista coletiva.

O Brasil encara a Colômbia no dia 11 de novembro, às 21h30, na Neo Química Arena, em São Paulo. Cinco dias depois, a seleção visita a Argentina em San Juan em 16 de novembro, às 20h30, no último jogo dos comandados de Tite em 2021. O duelo contra os argentinos será realizado 11 dias antes da final da Libertadores, entre Flamengo e Palmeiras.

O Brasil lidera as Eliminatórias com 31 pontos, seis a mais que a Argentina. Em 11 jogos, a seleção brasileira está invicta: são 10 vitórias e um empate.

Gabriel Chapecó - Pedro H. Tesch/AGIF - Pedro H. Tesch/AGIF
Gabriel Chapecó, goleiro do Grêmio, foi convocado por Tite
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Volta de Coutinho

A lista de Tite trouxe a volta de Philippe Coutinho, do Barcelona, após o meia ficar longo período afastado da seleção por lesão e opção do técnico. O treinador foi questionado sobre o retorno do ex-jogador do Vasco.

"Nós procuramos ter uma série de atletas, cerca de 50 atletas, neste acompanhamento. Fica prejudicada a convocação de atletas brasileiros. Qual é a posição do Coutinho? Ele é articulador. Everton Ribeiro, infelizmente, não foi possível. Seria um convocado. Temos outras opções, [Coutinho é] um grande jogador retomando seu padrão. É uma oportunidade", disse Tite.

"Ele está retomando uma função que é dele e do Paquetá, de articulador. A equipe se moldou assim, é um agudo do lado direito e um articulador no esquerdo, ou vice-versa, tendo dois atacantes centrais. A expectativa é de ele retomar o padrão que já conhecemos", acrescentou.

Ausência de Vinicius Junior

Vinicius Junior - REUTERS - REUTERS
Em boa fase no Real, Vinicius Junior não foi convocado por Tite
Imagem: REUTERS

Uma das principais ausências foi Vinicius Junior. Ele vive boa fase e é titular no Real Madrid, mas acabou fora da lista. Tite elogiou o atacante, mas destacou os desempenhos de Antony e Raphinha nos últimos jogos da seleção.

"Vinicius Junior, um grande jogador, com potencial de crescimento impressionante, num grande momento no clube, que concorre naqueles atletas, digamos assim, atacantes agressivos. Agudo, o ponta que vai para dentro. O desempenho e a oportunidade que Raphinha e Antony tiveram, foi um momento importante para a convocação, com todo o respeito nessa concorrência leal que a gente procura."

No Twitter, alguns internautas criticaram Tite por não ter chamado Vinicius Junior. Teve até quem ironizou ao questionar se o ex-Flamengo é jogador de vôlei.

Caso Maurício Souza

Na coletiva, Tite ainda afirmou que "todo preconceito não deve existir" ao abordar o caso envolvendo o atleta de vôlei Mauricio Souza, que foi demitido do Minas Tênis Clube após episódio de homofobia. Questionado sobre o "like" dado pelo filho Matheus (auxiliar da seleção) em um post de Mauricio, o treinador se mostrou contrário à atitude e pediu igualdade.

"Todo preconceito não deve existir. Estamos em processo de sociedade de igualdade, seja de cor, raça, sexo e tudo mais", iniciou. "Quem pode olhar na sequência aquilo que foi manifestado depois pela entidade [CBF], pode ter um complemento e uma resposta em cima da pergunta, aquilo que foi divulgado de forma pública", prosseguiu o treinador, fazendo alusão a uma nota publicada ontem pela CBF criticando a homofobia.

Veja a lista de convocados:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Gabriel Chapecó (Grêmio)
  • Laterais: Danilo (Juventus), Emerson (Tottenham), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madri)
  • Zagueiros: Eder Militão (Real Madrid), Lucas Veríssimo (Benfica), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea)
  • Meias: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Lucas Paquetá (Lyon) e Phillipe Coutinho (Barcelona)
  • Atacantes: Antony (Ajax), Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madri), Neymar (PSG) e Raphinha (Leeds)

Seleção Brasileira