PUBLICIDADE
Topo

La Liga - 2021/2022

Barcelona toma gol de Falcao, perde pênalti e desmorona contra Rayo

Observados por Depay, jogadores do Rayo Vallecano comemoram gol marcado diante do Barcelona - Sergio Perez/Reuters
Observados por Depay, jogadores do Rayo Vallecano comemoram gol marcado diante do Barcelona Imagem: Sergio Perez/Reuters

Do UOL, em São Paulo

27/10/2021 15h56Atualizada em 27/10/2021 16h14

Classificação e Jogos

A vida não está nada fácil para o Barcelona de Ronald Koeman. Depois de perder no Camp Nou o "El Clasico" para o Real Madrid, a equipe catalã foi derrotada novamente pelo Campeonato Espanhol, desta vez fora de casa para o Rayo Vallecano. O duelo, realizado na tarde de hoje, acabou em 1 a 0.

O gol da partida foi marcado pelo experiente colombiano Falcao Garcia, após erro incomum na saída de bola do volante Busquets. Memphis Depay, um dos pilares da equipe, ainda desperdiçou a chance do empate perdendo um pênalti no 2° tempo.

Com o resultado, o Barça estacionou na 9ª colocação da tabela do torneio nacional, com apenas 15 pontos em dez partidas. O Rayo, por outro lado, assumiu provisoriamente a 4ª posição com 19 pontos.

Lá e cá

A partida começou com as duas equipes buscando o ataque. Aos três minutos, o Rayo quase surpreendeu Ter Stegen. Isso porque Trejo viu o goleiro adiantado e, do meio campo, tentou fazer "o gol que Pelé não fez". O alemão, no entanto, se recuperou e ficou com a bola.

Pouco tempo depois, foi a vez de os visitantes chegarem com perigo à meta rival. Memphis Depay aproveitou erro da defesa e finalizou forte ao gol de Dimitrievski (guarde este nome!). O chute parou na rede do lado de fora.

Novo erro defensivo e Falcao na rede

Aos 29 minutos, um novo erro defensivo marcou a partida - desta vez, do Barcelona. Busquets recebeu passe para trás ainda na intermediária, mas demorou para virar o jogo.

Falcao Garcia, do Rayo Vallecano, comemora gol marcado diante do Barcelona - Sergio Perez/Reuters - Sergio Perez/Reuters
Falcao Garcia, do Rayo Vallecano, comemora gol marcado diante do Barcelona
Imagem: Sergio Perez/Reuters

Rápida, a marcação do Rayo roubou a bola do experiente volante com Trejo, que acionou Falcao Garcia. Experiente e tranquilo, o colombiano de 35 anos conduziu, fintou a zaga e, após achar espaço, bateu rasteiro ao gol de Ter Stegen: 1 a 0.

Pressionado, o Barça passou a sair desorganizadamente para o ataque. Até o intervalo, no entanto, os visitantes não assustaram a equipe de Madri.

Dimitrievski: o terror dos catalães

O 2° tempo foi marcado por uma verdadeira blitz do Barça sobre o rival, mas Dimitrievski chamou a responsabilidade e conseguiu "fechar o gol" para o Rayo.

A primeira grande aparição do goleiro veio aos 14 minutos, quando Aguero recebeu passe pelo meio e, na hora de bater, foi abafado pelo adversário.

Dez minutos depois, Dimitrievski voltou a brilhar e ofuscou de vez a reação dos visitantes. Isso porque Depay sofreu um pênati e teve a melhor chance catalã de empatar o jogo - mas não passou de chance.

Pouco antes da cobrança, o macedônio "entrou na mente" do atacante ao desconcentrá-lo no pé do ouvido. O resultado deu certo, e o goleiro defendeu o chute, fazendo a festa da torcida.

Dimitrievski tenta desconcentrar Depay em duelo Rayo Vallecano x Barcelona; goleiro defendeu a cobrança - Sergio Perez/Reuters - Sergio Perez/Reuters
Dimitrievski tenta desconcentrar Depay em duelo Rayo Vallecano x Barcelona; goleiro defendeu a cobrança
Imagem: Sergio Perez/Reuters

Aí não, de Jong!

Dimitrievski quase passou de herói a vilão jã nos acréscimos da partida. Em lançamento da direita, De Jong correu para alcançar a bola e viu o goleiro sair do gol desesperadamente.

O jogador do Barça tentou encobrir o adversário e empatar a partida, mas a bola morreu na rede superior da meta do Rayo Vallecano.

Os visitantes ainda tentaram o empate de maneira descontrolada com Aguero e Gavi, mas a rede não balançou mais de uma vez nos 90 minutos.