PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Jaílson revela conversa com Galiotte e se diz tranquilo sobre renovação

Jailson, goleiro do Palmeiras, durante treino na Academia de Futebol - Cesar Greco
Jailson, goleiro do Palmeiras, durante treino na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/10/2021 16h25

O goleiro Jaílson, do Palmeiras, disse que está tranquilo em relação à renovação de seu contrato com o clube alviverde. O jogador espera jogar mais um ano na equipe e revelou que já teve uma conversa com o presidente Maurício Galiotte sobre o assunto.

De acordo com Jaílson, no diálogo, ocorrido há dois meses, o mandatário palmeirense afirmou que a renovação depende apenas do goleiro.

"Eu tenho o sonho de jogar mais um ano, pela minha esposa e pelos meus filhos. Sempre renovei no fim do ano, em novembro. Eu estou sossegado, tranquilo. Há dois meses, o presidente me chamou e disse: 'Só depende de você'. Eu falei: 'Pode deixar, então. Vou ficar mais um ano aqui'", declarou em entrevista exibida no "Os Donos da Bola", da TV Band, hoje.

Jaílson ainda recordou como teve que brigar por espaço dentro do Palmeiras, destacando que havia sete jogadores da posição no elenco quando chegou ao clube, em 2014.

"Eu cheguei a perguntar para o Dorival Júnior [o motivo de pedir minha contratação no Palmeiras], mas ele não disse. Só disse: 'Já contratei você, já te conheço, só vai lá e trabalha e busca seu espaço'", continuou Jaílson.

"Quando eu cheguei, tinha 7 goleiros. Cheguei em 2014, só fui jogar em 2015, na Copa do Brasil. Empatamos 1 a 1 contra o Sampaio Corrêa. Depois disso, um ano e meio treinando. Em 2016, tive a oportunidade de entrar na Série A com 35 anos. não tem explicação. 19 jogos sem perder. Campeão invicto depois de 22 anos. Eu não sei explicar. Era para acontecer. Tinha que ser desse jeito. Ainda recebi o prêmio de melhor goleiro. 2016 ficou para a história", finalizou.

Palmeiras