PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo pega Athletico por nova final e dias de paz para a Libertadores

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Passando pelo momento mais delicado da temporada, o Flamengo tem de superar as adversidades para avançar à final da Copa do Brasil e restabelecer a paz na Gávea. Hoje (27), a equipe recebe o Athletico, 21h30, no Maracanã, em jogo que vale vaga na decisão, mas que também pode ter impactos lá em Montevidéu, local da final da Libertadores. No jogo de ida do mata-mata nacional, cariocas e paranaenses empataram por 2 a 2.

Em uma sequência de queda técnica e três jogos sem vitória, o Fla vive dias de turbulência e holofotes sob o trabalho de Renato Gaúcho, apontado por muitos como incapaz de promover mudanças na equipe. Do outro lado, o departamento médico vive sob intenso fogo cruzado diante das lesões musculares em série.

Em meio a esse cenário, o Rubro-Negro chega pressionado para pegar o Furacão e sabe que uma eliminação em casa pode condicionar o restante da temporada. Se passar, o clube embolsa ao menos R$ 23 milhões, prêmio pago ao vice-campeão, e, sobretudo, garante dias de tranquilidade até 27 de novembro, quando encara o Palmeiras pelo tri da América. Em caso de tropeço, o clima irá azedar e as cobranças até o jogo no Uruguai serão pesadas. Paralelamente a isso, o time ainda terá de conviver com a missão "quase impossível" de conquistar o Brasileirão.

O clima está longe de ser ameno no Ninho do Urubu. A queda de rendimento do time acende o sinal amarelo e aumenta a desconfiança mútua. Em seus últimos pronunciamentos, Renato Gaúcho indica que o Brasileirão é uma meta difícil e põe as Copas no topo da lista. Ele sabe, no entanto, que passar para a decisão será fundamental para a reta final.

"Temos coisas para melhorar, para corrigir, mas ninguém leva em consideração os problemas que estamos tendo. A gente sabe o que está passando. A cada três dias, o Flamengo tem obrigação de ganhar para ficar vivo nas competições. Nenhum time no mundo disputa três competições ao mesmo tempo e vence as três, é muito difícil. Quem tudo quer, nada tem", disse o treinador.

Ante o ambiente conturbado, o Flamengo conseguiu trazer para si um pouco mais de pressão na véspera do confronto. Ontem (26), o vice de futebol Marcos Braz daria uma entrevista para esclarecer pontos ainda obscuros e também para apaziguar os ânimos. Duas horas depois, o evento foi cancelado e o clube não deu um motivo sequer para tal.

Enquanto os bastidores do Ninho do Urubu ferviam, Renato comandou seu grupo em uma última atividade. Para aliviar um pouco o comandante, o time terá os retornos de Gabigol e Bruno Henrique contra o Furacão.

"Respeito as opiniões, mas não adianta querer tumultuar o nosso ambiente. Empata duas, perde uma e parece que está tudo errado. Vejo outros clubes disputando apenas uma competição e ninguém fala. O Flamengo dá Ibope. Se eu fosse torcedor, também estaria um pouco insatisfeito", comentou Renato.

Com o coração no Maracanã e o coração no Centenário, os rubro-negros chegam a um jogo que pode ser um divisor de águas para as pretensões do torcedor.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO x ATHLETICO
Motivo: Copa do Brasil - volta semifinal
Data: 27/10/2021 (quarta-feira)
Hora: 21h30 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

FLAMENGO: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Arão, Andreas, Everton Ribeiro e Vitinho; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho

ATHLETICO: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolás Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Richard) e Abner; Terans, Nikão e Renato Kayzer. Técnico: Alberto Valentim

Flamengo