PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Scarpa deve ser titular do Palmeiras? No lugar de quem? Colunistas opinam

Gustavo Scarpa foi o destaque do Palmeiras na virada sobre o Sport - Cesar Greco/ Palmeiras
Gustavo Scarpa foi o destaque do Palmeiras na virada sobre o Sport Imagem: Cesar Greco/ Palmeiras

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

26/10/2021 11h17

Gustavo Scarpa foi mais uma vez peça-chave em uma vitória do Palmeiras e arrancou elogios de Abel Ferreira, que o chamou de "fantástico". A entrada do camisa 14 no intervalo do jogo contra o Sport, na noite de ontem (25), foi fundamental para que o Alviverde obtivesse a virada por 2 a 1.

O meia deu assistência para o gol de Luiz Adriano e bateu o escanteio que Willian desviou para Felipe Melo fazer 2 a 1. Mesmo sendo normalmente reserva —foi titular em 12 das 28 rodadas—, ele lidera ou está bem-posicionado em diversos rankings.

Diante do bom desempenho frequente do meia alviverde, fizemos as seguintes perguntas aos colunistas do UOL Esporte: Gustavo Scarpa deve ser titular do Palmeiras? No lugar de quem? Veja o que eles responderam:

O Palmeiras tem um mês para fazer testes no Brasileiro, antes da final da Libertadores. Pelo desempenho de Scarpa nas poucas chances que teve recentemente, acho que faria sentido testar uma opção com ele na armação e Rony ou Luiz Adriano no banco.
ALICIA KLEIN

Ele deve ser utilizado com mais frequência. Conceito de titular e reserva é cada vez mais relativo. Depende do contexto. Mas nos jogos em que a proposta precisa ser mais ofensiva e requer criatividade, a presença do Scarpa é obrigatória pela capacidade de encaixar bons passes, na bola parada ou não.
ANDRÉ ROCHA

Scarpa mostra qualidade em momentos no Palmeiras, mas tem dificuldade em manter essa regularidade. Seu principal adversário pela vaga é Veiga, mas já está claro que ele está atrás na competição por falta de intensidade e por marcar menos.
DANILO LAVIERI

No lugar de quem é problema do treinador, regiamente pago para achar as melhores soluções. Mas dizer que ele não pode jogar junto com Raphael Veiga é, guardadas as proporções, a mesma bobagem dos que diziam que Tostão e Pelé não podiam jogar juntos, ou que Arrascaeta e Everton Ribeiro não cabiam no mesmo time etc. Faz tempo que não entendo como o deixam na reserva.
JUCA KFOURI

Empilhar jogadores ofensivos nem sempre é a solução. Contra o Sport, que nada incomodava, era imperativo e foi uma decisão certeira de Abel Ferreira no intervalo. A entrada do Scarpa deu volume, criatividade e intensidade ao ataque do Palmeiras, que enfim bateu recordes de finalizações em um jogo. A formação com apenas Felipe melo protegendo a zaga funcionou bem, mas com pequeno comprometimento do jogador que mais aciona os longos e precisos lançamentos para Rony e Dudu. A capacidade de jogar de outra maneira foi o que ficou do jogo de ontem. Dá para repetir contra o Flamengo? Não sei... Talvez Scarpa e Veiga tenham que disputar uma vaga entre os 11.
MARILIA RUIZ

Um dos candidatos a melhor jogador do Campeonato Brasileiro no primeiro semestre, Scarpa acabou virando reserva mesmo jogando bem. Não se pode abrir mão de um jogador com sua qualidade, com ótimo aproveitamento tanto na bola parada quanto nas assistências. Abel precisa abrir mão de suas convicções em relação ao esquema e tirar proveito do melhor futebol desse talento que seria titular na maioria dos clubes da competição. Ainda que fosse preciso sacrificar Rony, por exemplo.
MARLUCI MARTINS

Abel disse que Scarpa precisa ser mais intenso e competitivo durante todo o jogo. Se conseguir isso, precisa ser titular. Se não conseguir, também. Ele tem se mostrado acima dos outros. Seria bom um trio de armadores, com Dudu e Veiga. E Rony na frente.
MENON

Sim, para um time com um repertório tão pobre, a bola parada é fundamental. E ninguém alça a bola na área como ele no atual elenco do Verdão.
MILTON NEVES

O elenco do Palmeiras é forte e ninguém deve ter lugar permanente entre os 11. Scarpa é, na minha opinião, um dos mais importantes jogadores do Palmeiras hoje. Quando ele deve ser titular e quem precisa sair são decisões que devem depender do que o treinador planeja para cada jogo. Sem resoluções definitivas.
PERRONE

No esquema de Abel Ferreira, não cabe mais um armador. Ele precisaria abrir mão de um dos volantes ou de um atacante e isso duvido que faça. Scarpa tem, sim, futebol pra ser titular. Mas acho que Abel continuará usando-o como opção no banco.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Scarpa não deveria ter saído do titular. Agora, poderia retornar no lugar do pouco produtivo Zé Rafael ou até mesmo do Rony, que não está jogando nada.
RODOLFO RODRIGUES

Um jogador que produz a quantidade de chances que ele cria, com bola parada ou rolando, não pode ser reserva. A entrada dele no time passa pela saída de Rony ou Luiz Adriano. Em ambos os casos, seria um meia partindo de um dos lados, como já foi tantas vezes na carreira. Rony ou Luiz seriam o atacante central.
RODRIGO COUTINHO

Sim, deveria ser titular para determinados jogos do Palmeiras. Abel Ferreira poderia usa-lo em partidas em que necessite pressionar o rival, atuando com dois meias junto com Rafael Veiga. Poderia abrir mão de um volante, atuando com dois meias e três atacantes. Ou poderia tirar um atacante e jogar com três meias atrás de um atacante mais fixo, Luiz Adriano ou Rony. Ë improvável, no entanto, que Abel adote isso como prática em todos os jogos, já que prioriza a organização ofensiva. Mas há de se reconhecer que o técnico voltou a usar essa alternativa que já tinha ido bem na temporada.
RODRIGO MATTOS

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Palmeiras