PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo avança para venda de Paulinho Bóia; Juventude aguarda definição

Paulinho Boia pertence ao São Paulo, mas está emprestado ao Juventude - Divulgação/São Paulo
Paulinho Boia pertence ao São Paulo, mas está emprestado ao Juventude Imagem: Divulgação/São Paulo

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

26/10/2021 20h00Atualizada em 27/10/2021 15h08

O atacante Paulinho Bóia está próximo de fechar sua ida para o Metalist, da Ucrânia. O jogador pertence ao São Paulo, mas está emprestado ao Juventude. As negociações ainda não estão concretizadas, mas caminham para um acerto, segundo apurou o UOL Esporte com pessoas ligadas à negociação. O valor da negociação é de 1,8 milhão de euros (R$ 11,6 milhões, na cotação atual).

Em contato com a reportagem, o vice-presidente de futebol do Juventude, Osvaldo Pioner, disse que o clube gaúcho foi avisado da consulta, mas que a negociação não teria evoluído. "Para nós aqui, não tem nenhuma informação diferente do que uma especulação. Quem tem o poder de decisão maior é o São Paulo. Temos uma relação muito boa, ele está aqui para cumprir o contrato. Mas não chegamos a discutir nada disso ainda, o São Paulo apenas nos informou que houve uma consulta".

Mesmo que o negócio seja concretizado agora, Bóia só poderia estrear pela equipe ucraniana em janeiro do ano que vem, quando a janela de transferências europeia será reaberta. Ainda não há uma definição se o atacante deixaria o Brasil imediatamente, para se preparar para o próximo ano, ou se viajaria apenas em 2022.

Paulinho Bóia é cria das categorias de base do São Paulo e estava na equipe profissional desde 2018. Desde então, ele foi emprestado ao Portimonense, de Portugal, ao São Bento e, atualmente, ao Juventude. O time do Morumbi detém 90% dos direitos do jogador de 23 anos.

Depois de uma temporada em que foi utilizado 22 vezes com Fernando Diniz, o atacante perdeu espaço com Hernán Crespo e acabou emprestado ao Juventude em junho. Desde então, fez 20 partidas pela equipe gaúcha, marcando três gols.

São Paulo