PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Rocha: "R. Gaúcho tem que entregar mais padrão de jogo, mas está falhando"

Do UOL, em São Paulo

24/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Após um início avassalador, Renato Gaúcho vê aumentar a quantidade de críticas ao seu trabalho no comando do Flamengo. Embora o time sofra com desfalques de jogadores importantes, o Fla não consegue repetir as atuações de quando o treinador voltou ao clube, acumulando vitórias. No sábado (23), a derrota por 3 a 1 para o Fluminense deixou o clube da Gávea em situação complicada na briga pelo título do Brasileirão e cria dúvidas na torcida quanto às chances de sucesso na Copa do Brasil e na Libertadores.

Na Live do Flamengo, programa do UOL Esporte logo após os jogos do Mengão, os jornalistas André Rocha e Renato Maurício Prado debateram sobre a postura do treinador do Flamengo nas últimas partidas, em especial na derrota no clássico para o Fluminense. Para eles, Renato Gaúcho tem acumulado falhas que podem comprometer a equipe no momento mais decisivo da temporada.

"Quando você começa a inserir jogadores demais e a faltar em um elenco que está envelhecido e com mais propensão de lesões, o Renato tem que entregar mais um padrão de jogo, uma maneira de jogar que o time consiga render mesmo sem esses jogadores. O Renato não conseguiu e está falhando. Está em uma impressão de que está virando o fio, tanto na parte técnica como tática e também emocional. Os jogadores estão perdendo confiança", analisou Rocha.

Para Renato, um dos principais erros do treinador do Fla é querer manter o esquema de jogo quando os reservas estão em campo. "Há um equívoco. Uma coisa é ter uma forma de jogar que o Renato tenta manter sem seus principais jogadores. Aí não dá certo. Não adianta esperar que o Michael vá fazer o que o Bruno Henrique faz, ou que o Andreas faça o que o Arrascaeta faz, ou o Vitor Gabriel. Estou sentindo saudades do Rodrigo Muniz, que seria mais eficiente do que o Vitor Gabriel", disse o colunista do UOL.

Rocha também apontou um erro de planejamento do Fla. "Quando o Renato foi contratado, a ideia principal era um treinador que chegasse e melhorasse o ambiente. O Flamengo, com o entrosamento de sua base de oito jogadores que jogam juntos desde 2019 e com contratações encaminhadas, retomaria uma forma de jogar. O problema é que o Fla deveria ter se projetado pensando que tem jogador convocado e que esse grupo está dois anos mais velho, com propensão de lesões e desgaste", avaliou.

Renato reforçou que o Fla deveria ter adotado outra postura em campo, mas seu xará errou ao tentar replicar o esquema utilizado pelo time titular."Tem que haver opções para jogar de acordo com o que você vai botar em campo. Você não pode querer que esse time que entrou hoje [ontem] jogue como jogaria se estivesse completo. Deveria ter atuado de uma maneira mais conservadora, porque se expôs brutalmente. O primeiro ataque sério do Fluminense foi gol. O time desmoronou e não teve nem equilíbrio psicológico", comentou o colunista do UOL.

Para Rocha, Renato Gaúcho deveria preparar opções para a equipe dadas as ausências previsíveis de seus principais jogadores, seja por convocações para seleções, suspensões ou lesões. "Não é uma situação para pensar em ter os titulares em muitos jogos. A partir do momento em que se tem o Everton Ribeiro, mas não os demais, não tem a memória do jogo com Jorge Jesus e que o Renato traria com um trabalho motivacional e um ou outro toque dele. Com o time completo, essa memória acontece", colocou.

A solução a curto prazo, na visão de Renato, é torcer pelos retornos rápidos de Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta. "O Renato tem que encontrar essas soluções e rezar para ter os titulares de volta. A verdade é essa: com os reservas, o Flamengo não consegue jogar da mesma forma como joga com os titulares. O Flamengo facilitou tudo para o Fluminense. O jogo do Fla era tudo o que o Marcão queria. E o Flamengo caiu na armadilha feito um patinho", completou.

Não perca! A próxima edição da Live do Flamengo será na quarta-feira (27), logo após o duelo de volta das semifinais da Copa do Brasil contra o Athletico. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Flamengo no UOL Esporte e no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol