PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Red Bull Bragantino vence o São Paulo e segue em 5º lugar no Brasileirão

Diego Iwata Lima

De São Paulo

24/10/2021 20h12Atualizada em 24/10/2021 21h15

Classificação e Jogos

Na noite de hoje (24), o São Paulo foi a Bragança Paulista e perdeu para o Red Bull Bragantino. Luan Cândido balançou a rede aos 11 minutos do 2º tempo, de cabeça, e deu a vitória ao time da casa por 1 a 0 em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Bragantino vai à quinta posição e fica com a mesma pontuação de Palmeiras e Flamengo (46), que têm jogos a menos. Já o São Paulo, com 34, fica na 13ª posição e, hoje, não teria vaga nem na Copa Sul-Americana.

Vale ressaltar que o Tricolor poderia ter tido melhor sorte se Pablo não tivesse perdido gol feito ainda no primeiro tempo.

Quem foi bem: Helinho

Sua partida valeu cada centavo dos R$ 400 mil que o clube de Bragança terá de pagar ao Tricolor para escalá-lo - ele joga no Massa Bruta sob empréstimo do São Paulo. Infernizou na frente e ainda ajudou na defesa.

Quem foi mal: Pablo

Nem só pelo gol perdido, mas verdade é que o centroavante não consegue realmente fazer um bom jogo pelo São Paulo, levando a torcida ao desespero.

Começo frenético e chances dos dois lados

Os dois times começaram em ritmo acelerado, com chegadas perigosas. A primeira foi do time da casa, com Artur, logo aos 2 minutos. Após bola cruzada, o atacante pegou a sobra do lado esquerdo da defesa tricolor e bateu forte e rasteiro - Volpi colocou para escanteio. Reinado respondeu aos 6, com chute cruzado,que passou bem perto.

Pablo perde gol inacreditável, sem goleiro

Pablo perde gol feito contra o Red Bull Bragantino

O atacante Pablo deu razão aos críticos. Igor Gomes lançou Luciano dentro da área do Bragantino. O atacante dividiu com o goleiro Cleiton, e a bola sobrou para Pablo, sozinho, sem goleiro, com o gol à sua frente. Mas, atrapalhado por Luciano, o centroavante conseguiu o que parecia impossível e fez o mais difícil, batendo por cima do gol.

Helinho leva perigo

O Bragantino respondeu aos 26 minutos. Em jogada ensaiada na cobrança de escanteio, Helinho bateu sem muita força, mas muito no cantinho, para obrigar Tiago Volpi a se esticar para defender no pé de sua trave direita.

Helinho perigoso de novo

Mais uma vez, o jogador do São Paulo emprestado ao Bragantino trouxe problemas para o detentor de seus direitos econômicos. Helinho recebeu cruzamento na área do São Paulo, ganhou de Orejuela na disputa pelo alto e obrigou Tiago Volpi a fazer grande defesa para evitar o gol do Red Bull Bragantino.

Sara para em Cleiton e Luan Cândido nos acréscimos

O Tricolor teve duas chances de ouro de abrir o placar já nos acréscimos da primeira etapa. Por duas vezes, Gabriel Sara foi impedido de balançar a rede. Aos 46, quase entrando na pequena área, ele bateu forte, e Cleiton defendeu. Um minuto depois, Pablo foi raçudo para, mesmo deitado, ajeitar para Sara. Dessa vez, quem evitou que a bola entrasse foi o lateral Luan Cândido.

Bragantino balança a rede, mas em impedimento

O Bragantino começou o segundo tempo pressionando e balançou a rede logo aos 4 minutos. Ramires bateu falta na área, e Luan Cândido se esticou para tocar e acertar a trave de Volpi. O próprio Luan pegou o rebote e empurrou para o gol. Mas o lateral estava impedido no primeiro desvio, e o gol foi anulado.

Aos 11, o gol de Luan, enfim, valeu

Luan Cândido faz 1 a 0 para o Red Bull Bragantino

O escanteio veio depois de um desarme providencial de Arboleda em Artur. Mas na sequência, foi ele mesmo quem bateu o escanteio para Luan, na direção do primeiro pau, na linha da pequena área. O lateral subiu mais alto que Miranda e cabeceou forte e longe do alcance de Volpi, na outra trave.

São Paulo insiste, e Bragantino se fecha

Sem outro remédio, o São Paulo foi à frente e martelou. Rogério Ceni fez todas as mexidas que podia, sem conseguir furar a zaga do Massa Bruta. O Bragantino soube se proteger para dar o bote em contra-ataques e, mesmo controlando o jogo, seguiu mais perigoso que os visitantes.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO 1 X 0 SÃO PAULO

Motivo: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)
Gol: Luan Cândido (RBB)
Cartões Amarelos: Helinho e Jadsom (RBB)

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Weverton (Edimar), Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Luan Cândido; Jadsom, Ramires (Luciano) e Pedrinho (Cuello); Artur e Jan Hurtado (Alerrandro) e Helinho (Novaes). Técnico: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO: Volpi; Oreruela (Igor Vinicius), Arboleda, Miranda e Reinaldo; Liziero (Eder), Gabriel Sara, Igor Gomes e Nestor (Vitor Bueno); Luciano (Benitez) e Pablo (Marquinhos). Técnico: Rogério Ceni.