PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras: Final da Libertadores e volta do público 'ressuscitam' o Avanti

Parte da torcida do Palmeiras se aglomera em um setor do estádio - Ettore Chiereguini/AGIF
Parte da torcida do Palmeiras se aglomera em um setor do estádio Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Diego Iwata Lima

De São Paulo

24/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Uma das principais fontes de renda do Palmeiras antes da pandemia, o programa de sócio-torcedor Avanti começa a dar sinais de recuperação.

Desde a classificação do time à final da Libertadores e da volta parcial do público ao Allianz Parque, o número de associados teve um aumento de 13,5%: saltou de 33.012, em 28 de setembro (dia do jogo de volta com o Atlético-MG pela semifinal continental), para 37,5 mil até o fechamento desta reportagem, na noite de ontem (23).

Informar quando o número foi coletado é importante porque o contador de sócios no site do Palmeiras é atualizado em tempo real. Ele já deve estar diferente na manhã de hoje.

A tendência de subida deve permanecer. Na sexta-feira, o Palmeiras informou que os participantes do programa vão ter preferência para aquisição de ingressos para a final da Libertadores, nos mesmos moldes do que acontece nas partidas do Allianz Parque: associados com maiores pontuações e planos das categorias mais altas vão poder adquirir ingressos antes dos demais torcedores.

A abertura total do Allianz Parque para o público em dias de jogos, que acontecerá no próximo dia 10, contra o Atlético-GO, também deve impactar o número de sócios.

De volta ao patamar de 2020

Com o número atual, o Palmeiras está muito próximo do patamar que registrou ao fim de 2020, quando tinha média de 37,7 mil sócios. A pandemia e o consequente fechamento do estádio castigaram bastante as cifras do programa. Do fim de 2019 para o fim de 2020, o Avanti perdeu cerca de 20,3 mil membros.

Ao longo de sua existência, desde 2009, o programa teve grandes oscilações. O melhor ano do Avanti foi 2015, quando o programa encerrou dezembro com média de 81,5 mil sócios, embalados pela chegada do time à final da Copa do Brasil.

Desde então, o programa vem terminando cada ano com menos sócios. Nem mesmo oas temporadas em que o Palmeiras foi campeão brasileiro levaram o Avanti a se aproximar da base de 2015. Em 2016, fechou com média de 76,3 mil. Em 2018, a média anual final apontou 71,8 mil.

O Avanti é visto como um importante pilar da gestão Leila Pereira caso sua eleição seja ratificada no dia 20 de novembro. O UOL apurou que a tendência é o programa passar por uma grande reformulação na esteira das mudanças que a dirigente quer implantar no departamento de marketing.

Palmeiras