PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Raphinha vai do brilho na seleção à luta contra o rebaixamento no Leeds

Raphinha foi destaque dos últimos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias - Lucas Figueiredo/CBF
Raphinha foi destaque dos últimos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Do UOL, em São Paulo

23/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Sensação da seleção brasileira, líder das Eliminatórias da Copa, na última data-Fifa, o meia-atacante Raphinha voltou para uma realidade bem diferente no clube: lutar contra o rebaixamento. Principal jogador do Leeds, o camisa 10 tenta fazer a equipe reagir no Campeonato Inglês a partir das 11h deste sábado (23), quando enfrenta o Wolverhampton.

A queda nos resultados do time de Marcelo Bielsa tem sido grande. Em 2020/21, primeiro ano de volta à elite após mais de uma década, o time conseguiu 18 vitórias, cinco empates e 15 derrotas, terminando no nono lugar, com 52% de aproveitamento. Até aqui, em oito jogos na atual temporada, foram quatro derrotas, três empates e só uma vitória — 25% de aproveitamento e a 17ª colocação, uma acima da zona da degola.

Mesmo em meio ao mau momento do time, Raphinha mantém a relevância. O brasileiro é o artilheiro do time na Premier League, com três gols em sete jogos. Na temporada passada, foi o líder de assistências da equipe, com nove passes para gol, além de ter marcado outras seis vezes. O desempenho foi suficiente para convencer Tite a convocá-lo para a seleção pela primeira vez.

O jogo contra os Wolves será o primeiro do brasileiro pelo Leeds após brilhar nas vitórias sobre a Venezuela, quando participou dos três gols do Brasil, e contra o Uruguai, em que marcou seus dois primeiros gols pela seleção. Ele chegou a preocupar torcedores do clube ao postar uma foto fazendo quarentena em um hotel após voltar das Eliminatórias, mas está liberado para treinar e jogar.

No último sábado, ainda sem Raphinha, que havia jogado pelo Brasil apenas dois dias antes, o Leeds perdeu para o Southampton, rival direto na briga contra o rebaixamento, por 1 a 0, e foi ultrapassado pelo rival na tabela. Bielsa também não pôde contar com outros cinco titulares por problemas físicos: os laterais Ayling e Firpo, o zagueiro Koch, o volante Phillips e o atacante Bamford.

Nem todos devem voltar para a próxima partida, mas o retorno de Raphinha já dá esperança ao torcedor de que a reação pode começar. E se mantiver a regularidade por clube e seleção, o brasileiro sabe que, independentemente do destino do Leeds, dificilmente ele jogará a segunda divisão inglesa na temporada que vem.

Futebol