PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter vê problemas físicos se multiplicarem e sofre para manter o nível

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/10/2021 11h00

Classificação e Jogos

O Internacional saiu do jogo contra o Red Bull Bragantino de cabeça inchada, pelo empate sofrido aos 49 minutos do segundo tempo, mas também com uma preocupação relacionada ao desgaste físico do elenco. Antes e durante o jogo atrasado da 19ª rodada do Brasileirão, Diego Aguirre viu cinco jogadores apresentarem algum tipo de problema.

A situação física do time foi citada, literalmente, depois do empate por 1 a 1 no estádio Beira-Rio. Com desgaste e desconforto em nomes importantes, as mudanças afetam o rendimento da equipe. E podem ajudar a explicar o tropeço em casa.

Antes de a bola rolar, o Internacional informou desfalque de última hora para o jogo com o Bragantino: Rodrigo Dourado. O camisa 13 sequer ficou no banco por conta de desconforto muscular na coxa esquerda. Gabriel Mercado também não jogou e, segundo Diego Aguirre em entrevista ao Premiere antes do jogo, foi em planejamento traçado para o próximo jogo.

No intervalo, o Inter fez duas trocas: Moisés e Patrick saíram para as entradas de Paulo Victor e Carlos Palacios. As mudanças logo afetaram o desempenho do time.

"O Patrick sentiu algum desconforto e pediu para falar com um médico e entendemos que era melhor tirar ele. Moisés também vem de uma sequência de muitos jogos e estava em risco para continuar. Não tínhamos só este jogo, mas também domingo", disse Aguirre.

Ao longo do segundo tempo, Rodrigo Lindoso chegou a sentar no gramado à espera de atendimento e depois substituição. Taison também foi sacado, mas a saída do camisa 10 já tem sido rotina, por conta de acerto com os médicos.

"Rodrigo Lindoso não tem problema, não está machucado, apenas sentiu o cansaço. Parou uma semana. Ele está bem, está bem… Domingo tenho certeza absoluta que ele vai estar (em campo contra o Corinthians)", afirmou Diego Aguirre.

Diante do Red Bull Bragantino, o Internacional ainda teve de lidar com as ausências de Heitor e Edenilson, suspensos, Daniel, com lesão no tórax, e Bruno Méndez, em recuperação de lesão muscular.

Dono de 40 pontos, o Internacional entrou no G6 do Brasileirão pela primeira vez — mesmo com o empate em casa. No domingo (24), às 16h (de Brasília), o time recebe o Corinthians. Um confronto direto por um lugar no topo da tabela. E um desafio também físico.

Futebol