PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo Ribeiro: São Paulo com Rogério Ceni vai dando resposta rápida

Do UOL, em São Paulo

22/10/2021 16h12

Classificação e Jogos

O São Paulo encerrou seu jejum de vitórias justamente no clássico da última segunda-feira (18) contra o Corinthians, no segundo jogo sob o comando de Rogério Ceni, substituto de Hernán Crespo no cargo de técnico, dando início ao que pode ser uma reação do time para se distanciar definitivamente da briga contra o rebaixamento e buscar uma vaga na Libertadores, que é o objetivo da equipe na temporada.

No podcast Posse de Bola #171, Arnaldo Ribeiro destaca o tempo de resposta com Rogério Ceni e, em comparação com a situação de Sylvinho no Corinthians, destaca a forma como o tempo de vivência no São Paulo faz diferença a favor, ainda que a recepção de parte da torcida ainda não tenha sido como se poderia esperar por se tratar de um ídolo do clube.

"Além da experiência maior em relação ao Sylvinho como técnico de futebol, o Rogério Ceni é um cara que domina aquilo lá, domina o ambiente, o vestiário, o locado centro de treinamento. Então o cara chega ali como se ele estivesse voltando, a única coisa estranha nesse retorno do Rogério foi a recepção fria por parte do torcedor, que gritou Crespo no primeiro jogo e que não tem gritado o nome dele ainda mesmo depois da vitória sobre o Corinthians", diz Arnaldo.

"Acho que o São Paulo nessa troca, que é muito discutível pela forma que foi feita, do Crespo pelo Rogério, ele não caiu em uma 'vou apostar em um velho nome', o velho nome é pela história do Rogério no São Paulo, mas é um novo nome no rol dos treinadores brasileiros e é o atual técnico campeão brasileiro e acho que o Rogério vai dando resposta rápida e acho que vai fazer um ajuste no time do São Paulo em termos de ambiente que era necessário no campo para recobrar a confiança de alguns jogadores fundamentais", completa.

O jornalista destaca que Rogério tem como missão agora no São Paulo recuperar alguns jogadores do elenco, como o atacante Pablo, o goleiro Tiago Volpi e o lateral esquerdo Reinaldo, mas para isso conta com todo o respaldo pelo histórico acumulado de ídolo e detentor de recordes com a camisa são-paulina.

"Agora a missão próxima dele é resgatar o Pablo, parece uma missão impossível, daquelas do Tom Cruise, e o Rogério continua o resgate do Volpi, do goleiro, posição que ele conhece tão bem, então ele vai ali aos poucos, o resgate do Reinaldo, em uma semana o Rogério vai meio que resgatando e acho que o Rogério o tem estofo porque as atenções são todas voltadas nele e os jogadores ali ficam em segundo plano, coisa que não acontecia com o Crespo na parte final", afirma Arnaldo.

"Rogério, além de tudo, de ter sido o goleiro-artilheiro, um dos maiores jogadores da história do São Paulo, recordista, de ter começado a carreira dele como técnico no São Paulo e ter saído de uma forma estranha, ele é um bom técnico, essa é a situação. O Rogério tem alguns detalhes que ainda aprimorar, mas ele é um bom técnico (?). O elenco do São Paulo, o time do São Paulo, não é para estar nessa zona da tabela e é time para estar disputando com o Corinthians e com o Inter ali naquelas mesmas posições, é o elenco do nível desses aí ou melhor", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol