PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Julio Gomes: Bayern é o maior exemplo mundial de finanças saudáveis

Do UOL, em São Paulo

21/10/2021 12h52

Classificação e Jogos

Bayern de Munique e Barcelona estão no mesmo grupo na Liga dos Campeões, mas a comparação entre o nível dos dois times atualmente pode ser evidenciada pelo confronto direto entre os dois na primeira rodada da fase de grupos, quando o clube alemão venceu por 3 a 0. E a questão está além apenas do gramado, mas na organização financeira dos clubes.

No UOL News Esporte, Julio Gomes afirma que o segredo do Bayern de Munique para sempre ter grandes times se dá pelo fato de ser um exemplo em termos de gestão e finanças, ao contrário do que ocorre com o Barcelona, ressaltando que o clube teria condições de gastar para ter jogadores como Neymar ou Messi, mas não o faz por responsabilidade na gestão.

"O Bayern é o maior exemplo mundial de finanças saudáveis, a Bundesliga também em relação às outras ligas, mas o Bayern, como o clube mais rico da Bundesliga, simboliza bem isso, o Bayern nesses últimos anos tem dinheiro para comprar quem ele quiser, o Bayern tem dinheiro para comprar Messi, Cristiano Ronaldo, Mbappé, Haaland, se a gente voltar mais para trás, o Philippe Coutinho, que saiu super caro, o Neymar", diz Julio.

"O Bayern sempre teve caixa para contratar esses caras, mas ele é um clube que é gerido com responsabilidade financeira, dentro das regras da liga de não gastar mais do que um percentual do que arrecada, ao contrário, o oposto do Bayern é o Barcelona, que está aí 'quebradaço' e que a gente vai ver nos próximos anos times bem fracos do Barcelona, porque vai ser difícil", completa.

O jornalista cita o valor da multa rescisória na renovação do contrato de Ansu Fati pelo clube catalão e diz que o valor é muito mais para que algum clube chegue e pague, para aliviar as finanças do Barcelona, do que para evitar a saída.

"O Barcelona acabou de renovar com o Ansu Fati, de 18 anos, até 2027, com uma multa de 1 bilhão de euros. Você acha que essa multa é para ele não sair? Eu acho que essa multa é para alguém pagar", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol