PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2021

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Fla foi beneficiado pela arbitragem contra o Athletico? Colunistas opinam

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

21/10/2021 12h11

Classificação e Jogos

Athletico Paranaense e Flamengo empataram por 2 a 2 o primeiro duelo das semifinais da Copa do Brasil, disputado na noite de ontem (20), na Arena da Baixada. O jogo foi marcado por uma polêmica de arbitragem já nos acréscimos do segundo tempo, quando o placar apontava 2 a 1 para o time paranaense: Lucas Fasson acertou o braço no rosto de Rodrigo Caio dentro da área e o árbitro, após consulta ao VAR, marcou pênalti para o Flamengo - convertido por Pedro.

A polêmica fez o UOL Esporte consultar os colunistas para o seguinte questionamento: o Flamengo foi beneficiado pela arbitragem contra o Athletico? A maioria deles respondeu negativamente, sendo que alguns ainda recordaram as reclamações do jogo contra o Cuiabá. Veja o que eles disseram:

Não. A arbitragem foi correta. Quem errou foi o jogador do Athletico que colocou o braço no rosto do adversário antes de saltar.
DANILO LAVIERI

Não. O pênalti que não foi marcado contra o Cuiabá foi assinado na Arena da Baixada.
JUCA KFOURI

Não vejo polêmica alguma no jogo de ontem. O pênalti é claríssimo, o jogador do Athletico acerta em cheio o rosto de Rodrigo Caio. A estupidez do zagueiro pode ser debatida. O árbitro não marcar o pênalti na hora, também. O VAR fez apenas o papel dele.
JULIO GOMES

Mudaram o futebol e aquilo virou pênalti. Então, não foi ajudado.
MENON

Foi pênalti. Mão na cara é falta; dentro da área, falta é pênalti. Mas talvez devêssemos nos fazer outros questionamentos. Esse é um tipo de lance que, a cada escanteio, a cada falta cobrada pra dentro da área, acontece aos montes. Então me faço a seguinte pergunta: por que alguns são marcados e outros não? Do jeito que o jogo está sendo jogado hoje poderíamos ter facilmente um pênalti a cada escanteio, não? O VAR decide quando marcar e quando não marcar? Que nome damos a isso?
MILLY LACOMBE

Vergonhosamente! E, para tirar tal conclusão, basta pensar no seguinte: se o lance tivesse acontecido na outra área, o VAR teria "encontrado" essa penalidade? Com certeza não!
MILTON NEVES

Não. A equipe de arbitragem tomou decisões acertadas nos lances mais polêmicos, na minha opinião.
PERRONE

Pênalti claro. Como foi também o não marcado no Vitinho contra o Cuiabá. Nenhum benefício contra o Athletico e prejuízo diante do Cuiabá.
RENATO MAURÍCIO PRADO

O zagueiro Lucas Fasson, do Athletico-PR, cometeu uma falta desnecessária, deixando o braço no rosto de Rodrigo Caio, que dificilmente acertaria uma cabeçada no gol de Santos naquele lance. Pênalti bobo, mas bem marcado.
RODOLFO RODRIGUES

Não. Foi pênalti e o gol de Thiago Maia não estava impedido de acordo com a imagem do VAR.
RODRIGO COUTINHO

Não. Quando um jogador levanta o braço na cara do rival, é falta e, portanto, pênalti. Esse padrão está estabelecido no futebol brasileiro. Foi o que aconteceu com Lucas Fasson e Rodrigo Caio. Pênalti bem bobo do atleticano.
RODRIGO MATTOS

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL