PUBLICIDADE
Topo

Real Madrid

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

"Mais chances". Colunistas dizem o que falta para Vini Jr ir bem na seleção

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

20/10/2021 11h26

Classificação e Jogos

Vinícius Júnior voltou a brilhar com a camisa do Real Madrid. Ontem (19), pela Liga dos Campeões, o atacante brasileiro foi o melhor em campo na goleada por 5 a 0 sobre o Shakhtar Donetsk, na Ucrânia, com dois gols e uma assistência. O mesmo não vem acontecendo na seleção brasileira, onde ainda não conseguiu ser protagonista nas (poucas) oportunidades que teve na temporada.

O que falta para Vinícius Júnior jogar tão bem na seleção brasileira quanto no Real Madrid? Fizemos essa pergunta aos colunistas do UOL Esporte, que esperam por mais chances do jovem atacante com a camisa amarela. Veja as respostas:

A liberdade e confiança que tem no Real Madrid, agora com a liderança tranquila e a experiência de Carlo Ancelotti. Com Zidane, tinha que servir Benzema. Na seleção, mais sacrifício ainda pela esquerda para deixar Neymar solto pelo campo. O problema de Vinicius Júnior era o acabamento das jogadas. Com 21 anos, três na Europa, o atacante parece mais pronto e maduro para brilhar.
ANDRÉ ROCHA

Vinicius Junior precisa aproveitar melhor as chances que tem na seleção. E isso inclui os treinamentos, onde ele sabidamente não vai bem. Raphinha já teve menos convocações do que ele e já apareceu mais, e joga em um time bem menor, com bem menos responsabilidade. Marcar lateral ou não faz parte de adaptação tática necessária em qualquer time que ele jogar. Ele ainda não é craque para ter regalias.
DANILO LAVIERI

Precisa ter mais chances e mais liberdade para buscar o drible. Não deve recuar para ajudar na marcação.
MENON

Ter mais espaço. Mas agora, com Raphinha voando e Antony crescendo, Tite vai tirar Neymar? Claro que não! Então ele terá que ter paciência para tentar se firmar como titular do escrete canarinho. Talvez pós-Copa de 2022.
MILTON NEVES

Tite precisa ser menos conservador e dar mais oportunidades a ele. Além disso, o treinador tem que manter a liberdade de movimentação dada aos atletas contra o Uruguai e a mesma proximidade entre os jogadores ofensivos. Vinícius Jr estático e isolado é desperdício de talento.
PERRONE

Para começar, oportunidades. Vinícius Júnior só jogou por 72 minutos na soma das seis partidas que a seleção disputou desde o início desta temporada. É muito pouco tempo para observar aquele que tem sido o melhor jogador brasileiro no Velho Continente em 2021/22. Além disso, o time de Tite precisa proporcionar a Vinícius Júnior mais situações de "um contra um", jogada que é o ponto forte do atacante do Real, e que na seleção muitas vezes fica restrita a Neymar (e, agora, a Raphinha).
RAFAEL REIS

Falta um treinador que acredite nele, o que não é o caso do Tite, que raramente o convoca, quando o faz não o coloca para jogar e nas raras vezes que o escalou obrigou-o a jogar como auxiliar de lateral esquerdo.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Mais oportunidades. Nessas Eliminatórias, ele jogou duas partidas (incompletas) e ficou no banco em seis jogos sem ser aproveitado.
RODOLFO RODRIGUES

Sequência e adaptação ao time. Isso vai dar confiança a ele. Não adianta entrar e sair da equipe. Desse jeito nunca terá o mesmo desempenho.
RODRIGO COUTINHO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Real Madrid