PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Botafogo vence Brusque com dois de Navarro e encosta no líder Coritiba

Rafael Navarro e Chay comemoram gol do Botafogo contra o Brusque na Série B - Jorge Rodrigues/AGIF
Rafael Navarro e Chay comemoram gol do Botafogo contra o Brusque na Série B Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/10/2021 22h25

Classificação e Jogos

Com grande superioridade e dois gols de Rafael Navarro, o Botafogo venceu o Brusque por 3 a 0 no estádio Nilton Santos (RJ) e encostou no líder Coritiba na Série B do Campeonato Brasileiro.

Agora, o Alvinegro soma 55 pontos contra 57 dos paranaenses. Já o Brusque liga o sinal de alerta e pode terminar a rodada bem próximo da zona de rebaixamento.

Os gols do Botafogo foram marcados pelo artilheiro Rafael Navarro aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 29 minutos da etapa final, com Marco Antônio "fechando o caixão" aos 48 do segundo tempo.

Quem foi bem - Rafael Navarro

Rafael Navarro tenta jogada para o Botafogo contra o Brusque pela Série B - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

O "tanque" alvinegro estava com a pontaria afiada e, além de dois gols validos, ainda teve um bem anulado pelo VAR. Além disso, ajudou como pivô, em construções de jogadas e deu até um chapéu que levantou a galera no Nilton Santos.

Quem foi mal - Defesa do Brusque

A defesa do Brusque estava uma verdadeira "água" e deu muitos espaços para o ataque do Botafogo.

Chay em todos os lados!

Chay durante partida do Botafogo contra o Brusque no estádio Nilton Santos - Vitor Silva / Botafogo - Vitor Silva / Botafogo
Imagem: Vitor Silva / Botafogo

Homem de criação do Botafogo, Chay esteve incansável em campo. Apareceu pela direita, pela esquerda, pelo meio e se mostrou sempre muito ativo.

Atuação do Botafogo

Diego Gonçalves durante partida entre Botafogo e Brusque pela Série B - Vitor Silva / Botafogo - Vitor Silva / Botafogo
Imagem: Vitor Silva / Botafogo

O Botafogo teve uma ampla superioridade sobre o Brusque durante os 90 minutos. Não fossem os centímetros dos impedimentos, o Alvinegro teria aplicado uma goleada sobre os catarinenses.

Atuação do Brusque

O Brusque simplesmente não se encontrou na partida. Os catarinenses mal conseguiam sair da pressão do Botafogo e se resumiu a infrutíferas bolas alçadas na área.

VAR anula o primeiro gol

Aos 33 minutos do primeiro tempo, Warley recebeu na direita e cruzou rasteiro. Navarro se antecipou ao zagueiro e desviou para o gol. O VAR, porém, foi acionado e assinalou impedimento bem marcado de Warley.

VAR anula segundo gol

Sete minutos depois, novamente deu assistência, desta vez para Diego Gonçalves, e mais uma vez o VAR acertou ao assinalar impedimento do Botafogo.

VAR foi acionado de novo, mas agora valeu!

Pode parecer mentira, mas o VAR foi acionado novamente em mais um gol do Botafogo, aos 43 minutos do primeiro tempo. No entanto, desta vez, Rafael Navarro não estava em impedimento após pegar um desvio da zaga do Brusque. Tento validado para o Alvinegro!

Brusque só assustou uma vez

Durante todo o primeiro tempo, o único lance de real perigo do Brusque foi uma cabeçada de Jhon Cley que o goleiro Diego Loureiro fez uma defesaça.

VAR marca pênalti e Navarro guarda

Aos 29 do segundo tempo, Werley foi tocado dentro da área e o VAR foi acionado mais uma vez. A arbitragem interpretou a jogada como pênalti, que Rafael Navarro cobrou bem e ampliou para o Botafogo.

Marco Antônio "fecha o caixão"

Nos acréscimos da etapa final, Rafael Moura deu belo passe para Marco Antônio, que invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, fazendo o 3 a 0 para o Botafogo.

Aquela última corrente do Botafogo

A chegada do Brusque ao Nilton Santos

BOTAFOGO 3 X 0 BRUSQUE
Local:
Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Auxiliares: Vanderson Antonio Zanotti (ES) e Katiuscia M Berger Mendonça (ES)
VAR: Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Rodolfo Potiguar, Fillipe Soutto (BRU)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Rafael Navarro, aos 43 minutos do primeiro tempo (BOT); Rafael Navarro, aos 29 minutos do segundo tempo (BOT); Marco Antônio, aos 48 minutos do segundo tempo (BOT)

Botafogo: Diego Loureiro; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Hugo (Carlinhos); Barreto, Pedro Castro e Chay (Matheus Frizzo); Warley (Marco Antônio), Diego Gonçalves (Ronald) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

Brusque: Ruan Carneiro; Toty, Claudinho, Luizão e Airton; Evandro, Rodolfo Potiguar (Fillipe Soutto) e Jhon Cley (Foguinho); Thiago Alagoano (Bruno Alves), Garcez (Hugo Borges) e Edu (Tony). Técnico: Waguinho Dias.

Botafogo