PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Abel elogia coragem do Palmeiras e comentarista, além de questionar o VAR

Diego Iwata Lima

De São Paulo

20/10/2021 21h57

Classificação e Jogos

Abel Ferreira saiu de campo satisfeito com a vitória do Palmeiras sobre o Ceará por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira (20). Mas não deixou de se queixar do VAR, que anulou gol de Veron, no fim da partida.

"O gol, na minha opinião, é limpo. Gostaria de perguntar pra TV e para o VAR. Por que em determinados jogos há linhas e outros não? E depois, VAR, quando para a imagem é depois da bola sair do pé do Scarpa ou no momento que ele toca na bola? Pra mim, gol limpo", disse o técnico, até mais tranquilo do que de costume.

Feliz com o resultado, Abel Ferreira fez ainda um elogio ao comentarista Pedrinho, do Grupo Globo, que é ex-jogador do Palmeiras.

"Falando nisso, parabéns para o Pedrinho. Isso é a forma de fazer jornalismo esportivo. Vi outro dia ele explicando o jogo do Flamengo contra o Cuiabá, foi até um auxiliar que fez vídeo chegar a mim. Parabéns. Top.", disse ele, usando uma de suas expressões característica

Treinador viu seu time ser corajoso

Abel ficou muito satisfeito com a coragem de seus jogadores, que não abdicaram da posse de bola —algo que ele, segundo afirma, sempre pediu de seu time.

"O jogo pertence aos jogadores. Vocês aqui criticam o treinador, mas o jogo pertence aos jogadores. Eu peço desde o dia que cheguei para terem coragem. Quando o adversário for do mesmo nível ou mais fraco, temos obrigação de impor jogo", disse."São os jogadores que tem o GPS do jogo na cabeça", exemplificou.

"Eu não vim daqui, vim de fora. Sou da Europa e tenho as minhas ideias. Jogamos bem, jogamos mal. Mas volto a repetir: o jogo ainda pertence aos jogadores e não aos treinadores", complementou.

Abel também se queixou do fato de perder jogadores nas datas Fifa, chegando a questionar a validade de contar com atletas selecionáveis.

"Eu não posso ter 38 jornadas e em metade ficar sem meus melhores jogadores. Depois perguntam porque não ganho aqui e não ganho ali. Há jogadores que mudam a dinâmica do jogo, e só não percebe isso quem não quer ou é mal intencionado", afirmou

Futebol