PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras pode emendar 3 jogos sem sofrer gol no BR pela 1ª vez desde julho

Luan e Edenilson em ação durante o jogo Palmeiras e Inter - Ettore Chiereguini/AGIF
Luan e Edenilson em ação durante o jogo Palmeiras e Inter Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

19/10/2021 04h00Atualizada em 19/10/2021 09h25

Classificação e Jogos

Contra o Ceará, amanhã (20), o Palmeiras pode completar três jogos sem sofrer gols pela primeira vez em mais de 80 dias no Campeonato Brasileiro. O dado é um ótimo sinal para um time que precisa recuperar a melhor forma de seu sistema defensivo, atualmente o quinto mais vazado da competição. Como o técnico Abel Ferreira diz, o ataque faz sua parte: é o quarto melhor, atrás só de Atlético-MG, Flamengo e Red Bull Brasil.

O Palmeiras vem de empate sem gols contra o Bahia, em Salvador, em 12 de outubro, seguido da vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no último domingo (17), encerrando a série de sete jogos sem vencer que se arrastava desde 21 de setembro. Cinco destes jogos foram pelo Brasileirão, além dos dois empates contra o Atlético-MG, pela semifinal da Libertadores (0 a 0 e 1 a 1).

Na série de três jogos sem ser vazado que obteve no fim de julho pelo Nacional, o Alviverde enfrentou, no dia 18, o Atlético-GO (3 a 0, fora). Seis dias depois, venceu o Fluminense (1 a 0, em casa), além do empate em 0 a 0 com o São Paulo, no Morumbi, no dia 31. Se considerarmos os jogos pela Libertadores, a série acima sobe para cinco partidas, com as duas vitórias por 1 a 0 sobre os chilenos nas oitavas da competição.

Felipe Melo foi titular nas duas sequências

Um jogador esteve nas duas últimas partidas do Palmeiras sem sofrer gols e também na trinca de julho: Felipe Melo. Mas ao contrário dos jogos de três meses atrás, nos quais Melo estava tapando buraco na zaga, devido a lesão de Luan, desta vez, o camisa 30 parece ter se tornado dono da posição, como volante.

Danilo, com canelite nas duas pernas, não tem condição de jogo ainda. E na ausência do garoto, Melo vem encontrando espaços. Assim como encontrou em rodadas anteriores, quando Zé Rafael sentiu o tornozelo.

Sequências sem sofrer gols aconteceram poucas vezes nos últimos anos

Na campanha do Brasileiro de 2020, o Palmeiras teve uma só sequência de quatro partidas sem gols sofridos que, curiosamente, teve também Atlético-GO e Fluminense entre os clubes pelos quais o Palmeiras passou ileso.

Em 25 de outubro e 2 de novembro, sob o comando do interino Andrey Lopes, o Cebola, o Alviverde fez 3 a 0 na equipe de Goiás e repetiu o categórico placar contra o Atlético-MG de Jorge Sampaoli, respectivamente. Já com Abel, venceu o Vasco no Rio, em 8 de novembro, e o Fluminense, em casa, por 2 a 0, seis dias depois.

Em 2019, houve uma quadra, com Felipão, e uma trinca, com seu sucessor Mano Menezes. Scolari, em maio, fez 1 a 0 no Internacional em São Paulo (4/5), 2 a 0 no Atlético-MG em BH (12/5), 4 a 0 no Santos de Sampaoli — que não dava muita sorte contra o Palmeiras —, no Allianz Parque (18/5), e 1 a 0 no Botafogo, fora (25/5).

Com Mano, em setembro, o Palmeiras fez 3 a 0 no Fluminense (10/9) e 1 a 0 no Cruzeiro (14/9), ambos em casa. No dia 22, no Ceará, venceu o Fortaleza por 1 a 0.

Futebol