PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo volta a ter nova prova no mata-mata após deslize no Brasileiro

Gabigol prepara jogada na partida do Flamengo contra o Cuiabá - Jorge Rodrigues/AGIF
Gabigol prepara jogada na partida do Flamengo contra o Cuiabá Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

O empate sem gols contra o Cuiabá foi uma ducha de água fria nas pretensões do Flamengo no Campeonato Brasileiro, mas não significa, necessariamente, que o tropeço irá influenciar na disputa pela vaga na decisão da Copa do Brasil.

Amanhã (20), o Fla encara o Athletico, às 21h30, na Arena da Baixada, no jogo de ida da semifinal do torneio de mata-mata e aposta no retrospecto recente para crer em uma boa largada na corrida por um lugar na final. Em outras quatro ocasiões nesta temporada, os rubro-negros tropeçaram em alguns compromissos do Brasileirão, mas deram respostas importantes nos jogos de Copas que vieram a seguir.

Goleado por 4 a 0 pelo Internacional, a equipe de Renato Gaúcho sacudiu a poeira e, dias depois, goleou o Olimpia por 4 a 1, pela Libertadores. Após empatar com o Ceará por 1 a 1, o time liquidou o Grêmio por 4 a 0, resultado que tornou a partida de volta pelas quartas da Copa do Brasil quase que uma mera formalidade. Pelo Brasileirão, o Grêmio deu o troco e venceu o Fla por 1 a 0. Em xeque, o time foi até Guayaquil e bateu o Barcelona por 2 a 0. Em novo tropeço na caminhada pelo tri nacional, o time permitiu o empate para o América-MG, porém mostrou força ao carimbar a vaga à final do torneio continental com novo 2 a 0 sobre os equatorianos.

Apesar de ter perdido a chance de voltar a depender de si para faturar o Brasileirão, os cariocas tentam enxergar pela ótica positiva e ressaltam o ponto de diferença tirado em relação ao líder Atlético-MG. Sem muito tempo para respirar, a equipe muda a chave e volta as atenções para a Copa do Brasil, competição na qual o clube persegue sua quarta taça.

"Meu grupo está preparado, é acostumado a esse tipo de jogo. Só espero que possamos descansar o máximo até quarta-feira. Ninguém quer saber de nenhum outro resultado. Aqui tem que ganhar e ganhar. Enquanto os adversários poupam jogadores, não temos esse direito", disse o técnico Renato, que completou:

"Todo jogo é importante. Não gosto de ser repetitivo, mas o Flamengo é o único clube que a cada três dias tem uma decisão. Tem de ganhar e ganhar. É o único disputando três competições, com muitos problemas. Quarta temos mais uma decisão, mais uma guerra. Nosso próximo adversário pelo Brasileiro é o Fluminense, que vai descansar a semana toda. E vamos para uma batalha e o Fluminense nos esperando."

Para o duelo na capital paranaense, o treinador deve contar com o retorno de Isla, que integrou a seleção chilena nas Eliminatórias à Copa 2022 e não foi a campo diante do Cuiabá. Arrascaeta, Bruno Henrique, Pedro e David Luiz seguem fora, mas Rodrigo Caio pode pintar entre os titulares contra o Furacão.

Grana alta

Além da perspectiva de levantar mais um troféu em 2021, o Flamengo se mobiliza em torno da gorda premiação paga pela Copa do Brasil. Ainda que a situação financeira seja confortável, o Rubro-Negro mira a bolada de R$ 56 milhões pagos ao vitorioso. O Fla já somou cerca de R$ 15 milhões por ter chegado à penúltima fase.

Flamengo