PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Veiga chega a 12 pênaltis seguidos convertidos e traz alívio ao Palmeiras

Raphael Veiga comemora gol marcado pelo Palmeiras diante do Inter - Ettore Chiereguini/AGIF
Raphael Veiga comemora gol marcado pelo Palmeiras diante do Inter Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

18/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Assim que Cuesta cortou o cruzamento de Rony com a mão dentro da área, Raphael Veiga pegou a bola para cobrar o pênalti para o Palmeiras contra o Inter. Era a 12ª penalidade que ele cobraria com a camisa alviverde. Assim como aconteceu em todas as outras vezes, a bola morreu no fundo das redes adversárias.

Aos 26 anos, o meia tem sido peça importante no Palmeiras. Ele é o artilheiro da equipe na temporada, com 13 gols marcados, seis deles em cobranças de pênaltis. Os números levam em conta as penalidades com bola rolando, excluindo as decisões por pênaltis que o time alviverde disputou.

A eficiência de Veiga fez com que o Palmeiras tivesse um alívio em meio a um período conturbado. Apesar de finalista da Libertadores, a equipe de Abel Ferreira não vencia há sete jogos e convivia com cobranças constantes. O gol do meia decretou a vitória por 1 a 0 sobre o Inter.

De volta ao G-4 do Brasileirão com a vitória, o Palmeiras agora se prepara para uma maratona antes da decisão da Libertadores, marcada para 27 de novembro. Até lá, serão nove jogos pelo torneio nacional em pouco mais de um mês. O próximo compromisso será contra o Ceará, na quarta-feira (20).

Veiga deverá ser titular mais uma vez diante da equipe cearense. Em caso de nova penalidade, ele estará preparado para tentar manter o 100% de aproveitamento. " É tomar distância, se concentrar e bater no gol. Acho que é mais convicção daquilo que eu acredito do que qualquer outra coisa", explicou à "Globo" depois da vitória sobre o Inter.

Palmeiras