PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lavieri: 'F. Melo tem mostrado o porquê Palmeiras pode pensar em renovar'

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

18/10/2021 04h00

O Palmeiras, que atravessou um jejum de vitórias, reencontrou o caminho do triunfo ontem (17), ao bater o Internacional por 1 a 0, em casa, pelo Campeonato Brasileiro. No duelo, o Verdão teve, novamente, o volante Felipe Melo como titular.

Na Live do Palmeiras, programa do UOL Esporte logo após os jogos do Verdão, os jornalistas Danilo Lavieri e Isabela Valiero foram questionados por um espectador sobre a possibilidade de o camisa 30 assumir a titularidade no decorrer da preparação para a final da Libertadores.

"Acho que o Felipe Melo vem jogando bem. Apesar desse jogo [contra o internacional] ter feito umas faltas sem necessidade alguma, levou o amarelo... Mas acho que tem super potencial para ficar no time titular da Libertadores", disse Isabela.

Danilo Lavieri concordou com a companheira sobre as atuações recentes de Felipe Melo e enalteceu que o jogador tem demonstrado profissionalismo, apesar de estar em fim de contrato. Além disso, ressaltou que o volante está demonstrando que, talvez, mereça ter o vínculo, que termina ao fim desta temporada, renovado.

"O Felipe, de fato, tem feito bons jogos. Hoje, ficou pendurado logo no começo por uma falta no Patrick. Acho que o Felipe tem um bom futebol, a questão dele é quando erra o primeiro bote, e não tem a agilidade para se recuperar. Isso, às vezes, deixa a zaga um pouco exposta. Hoje aconteceu umas duas ou três vezes. Mas ele, de fato, joga bem. A questão para se discutir se merece ou não a titularidade é que ele disputa diretamente com o Danilo, que finalmente se livrou da canelite. A principal discussão é se o Felipe vai merecer tirar a vaga do Danilo. Dá para fazer um Felipe Melo e Danilo, tirando o Zé Rafael? Pode ser, mas não acredito que o Abel faça isso neste jogo", apontou.

"Tem de lembrar que o Felipe Melo foi muito bem nos dois jogos com o Atlético-MG [pela Libertadores]. Tem de levar isso em consideração. De fato, o Felipe Melo, que ainda não tem a garantia que o contratado será renovado para o ano que vem, tem feito boas partidas. É legal a gente destacar que tem mostrado profissionalismo. Muitas vezes o jogador em fim de contrato não joga nada, então, ele tem comido a bola, tem mostrado o porquê essa diretoria que vai entrar com a Leila pode pensar em renovar. Mas acho que ainda é cedo para falar que garantiu um lugar. Tem feito boas atuações. Certamente consegue se credenciar para uma vaga", completou.

Ainda no decorrer do debate sobre Felipe Melo, Isabela Valiero indicou que, contra o Internacional, o Palmeiras explorou pouco as bolas aéreas:

"Pegando esse atalho no Felipe Melo, que é um jogador alto, sempre está na área para cabecear, senti falta disso. Tiveram muitas faltas no primeiro tempo, cinco só no Veiga.. O Scarpa, acho que se estivesse, faria cobranças melhores, mas achei que teve pouco do pessoal do cabeceio. Mesmo com o Gómez e Felipe Melo em campo, achei que foi fraco o jogo aéreo".

O colunista do UOL Esporte também avaliou que a equipe de Abel Ferreira poderia ter aproveitado melhor esse quesito no confronto com o Colorado.

"O jogo aéreo do Palmeiras virou uma marca e foi, de fato, um pouco fraco. O Palmeiras tem jogadores muito bons nos aspectos aéreos. O Gómez é um deles, mas hoje também teve um lance que cruzaram duas vezes seguidas, ele chutou as duas e furou as duas. Se a bola vai na cabeça, talvez a chance fosse maior. E outro [lance], no segundo tempo, que o Felipe Melo não subiu, ficou lá atrás. Achei curioso isso. O Palmeiras não soube aproveitar. De fato, faltou um pouco isso", salientou.

A próxima edição da Live do Palmeiras será na quarta-feira (20), logo após a partida contra o Ceará, pelo Brasileiro. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Palmeiras no UOL Esporte e no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Palmeiras