PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Após greve de três dias, jogadores voltam aos treinos no Cruzeiro

Elenco cruzeirense se reapresentou na manhã deste domingo na Toca da Raposa II após três dias de paralisação - Bruno Haddad/Cruzeiro
Elenco cruzeirense se reapresentou na manhã deste domingo na Toca da Raposa II após três dias de paralisação Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

17/10/2021 11h05

Classificação e Jogos

Após a paralisação de três dias, iniciada na última quinta-feira (14), os jogadores do Cruzeiro se reapresentaram na Toca da Raposa 2 na manhã de hoje (17) e fizeram a primeira atividade antes do duelo contra o Avaí, marcado para a próxima sexta-feira (22), em Florianópolis. Contudo, o clima no Centro de Treinamentos ainda é de muitas incertezas e desconfiança.

Apesar do fim do movimento que cobra da diretoria o pagamento de salários atrasados para atletas e outros colaboradores do clube, a promessa é de uma semana agitada nos bastidores. A expectativa é que os vencimentos sejam colocados em dia, ou pelo menos parte deles, e, caso não ocorra, uma atitude mais drástica pode ser tomada pelo grupo comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

Em áudio vazado nas redes sociais neste fim de semana, o empresário Régis Campos, dono da construtora Emccamp e um dos responsáveis pelo processo de transição do Cruzeiro para SAF (Sociedade Anônima do Futebol), garantiu que o pagamento será realizado e, além disso, rechaçou a saída de Sérgio Santos Rodrigues da presidência. Na corda bamba, o mandatário vive momento de descrédito com jogadores, funcionários e torcedores.

De acordo com informação da Rádio Itatiaia, o goleiro Fábio, líder do grupo celeste, pediu uma reunião com outra figura importante neste cenário de crise na Raposa. Nesta segunda-feira (18), o empresário Pedro Lourenço, do Supermercados BH, deve ir ao CT para uma encontro com o grupo. Ele é o principal apoiador do Cruzeiro e o responsável por desembolsar milhões de Reais para tentar amenizar o rombo no caixa.

Cruzeiro