PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

"Se o Barcelona achar que precisa de mim, basta me ligar", diz Daniel Alves

Daniel Alves com a medalha de ouro das Olimpíadas de Tóquio - Alexander Hassenstein/Getty Images
Daniel Alves com a medalha de ouro das Olimpíadas de Tóquio Imagem: Alexander Hassenstein/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/10/2021 10h19

Após a saída conturbada do São Paulo, o lateral direito Daniel Alves ficou sem clube, pelo menos, até o fim do ano. O jogador disse que voltaria a defender o Barcelona se o time espanhol o chamasse, e avaliou a atual situação do clube.

"Pareceria querer tirar vantagem da situação dizer que agora o Barça precisa de mim. Eu sempre disse que saí do clube porque vi que as coisas não estavam como eu achava que deveriam. Quando alguém tem uma história tão linda e respeita muito esta casa e dedicou a vida por a, não quer ser cúmplice de quem está tomando o controle", disse Daniel Alves, em entrevista ao jornal espanhol "Sport".

"Eu saí e avisei. Eu saí dizendo que, quando o Barça achar que precisa de mim, estaria à disposição, independente de onde eu estivesse. O amor, carinho e respeito pelo clube são muito grandes. Se o Barcelona achar que precisa de mim, basta me ligar", continuou.

Na mesma entrevista, Daniel Alves disse estar em busca de um clube para brigar por títulos e que lhe permita carregar consigo uma "mentalidade vencedora". O lateral direito ainda avaliou sua passagem pelo São Paulo como uma "missão cumprida"

"Sempre procuro um clube que me permita competir com os grandes, brigar por títulos e fazer transformações onde esteja. Não me vejo em outro cenário senão este. Foi por este motivo que escolhi o Sevilla, o Barcelona e todos os lugares por onde passei. Quero levar uma mentalidade ganhadora, lutadora e consciente onde quer que eu vá. Se o lugar já teve e perdeu, tentamos retomá-la", disse.

"Voltei ao Brasil por um sonho, mas também pela chance de buscar um título em uma equipe que estava há tantos anos sem conseguir. E a missão foi cumprida. Agora, estou livre no mercado. Insisto, se tenho que ir a algum lugar pensando que não vai brigar por títulos, melhor ficar em casa", completou.

Barcelona