PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Ida de Crespo ao CT era esperada, mas encontro com Ceni foi de surpresa

Crespo e comissão se despedem do São Paulo com foto ao lado de Rogério Ceni - Reprodução
Crespo e comissão se despedem do São Paulo com foto ao lado de Rogério Ceni Imagem: Reprodução

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

16/10/2021 04h00

A ida de Hernán Crespo ao CT da Barra Funda hoje (15) já era esperada desde o dia em que o argentino deixou o comando técnico do São Paulo. O antigo treinador aproveitou para se despedir dos membros da comissão técnica que seguem no clube e dos jogadores com quem trabalhou desde o início da temporada.

Antes, Crespo almoçou com o presidente Julio Casares e Carlos Belmonte, diretor de futebol do clube. O encontro foi registrado pelos dois dirigentes nas redes sociais.

O que não era programado para hoje era o encontro com Rogério Ceni. Segundo pessoas ligadas à direção do São Paulo, os dois se viram no CT da Barra Funda e aproveitaram para tirar uma foto com os membros da comissão técnica de Crespo. A imagem foi divulgada pelo próprio São Paulo.

Em nenhum momento o novo treinador se opôs à presença do argentino no centro de treinamento. A reportagem apurou que era vontade do próprio Ceni ter uma conversa com Crespo. Na entrevista coletiva após o empate com o Ceará, o novo treinador afirmou que não teria demitido o argentino se fosse dirigente do São Paulo.

Mesmo com os maus resultados recentes, Crespo deixou o São Paulo bem visto pela diretoria. Os dirigentes acreditavam que os jogadores não estavam mais assimilando as ideias do argentino, mas creem que ele deixou as portas abertas para uma volta no futuro.

Crespo saiu do São Paulo depois de cinco empates consecutivos e eliminações na Libertadores e na Copa do Brasil. Com ele, no entanto, o clube saiu de uma fila de oito anos sem títulos ao conquistar o Paulistão.

O próximo desafio do São Paulo será na segunda-feira (18), contra o Corinthians, no Morumbi, pela 27ª rodada do Brasileirão. O time de Rogério Ceni ocupa a 13ª colocação da competição, com 31 pontos, quatro a mais que o Bahia, primeiro time na zona de rebaixamento.

São Paulo