PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Superioridade esmagadora: jornais uruguaios repercutem revés para o Brasil

Raphinha comemora com Fred após marcar o segundo gol da seleção brasileira no jogo contra o Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, na Arena Amazônia - Lucas Figueiredo/CBF
Raphinha comemora com Fred após marcar o segundo gol da seleção brasileira no jogo contra o Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, na Arena Amazônia Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Do UOL, em São Paulo

15/10/2021 00h00

Classificação e Jogos

O Brasil 'dominou' o Uruguai na partida válida pela 12ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Foram essas as palavras que os jornais uruguaios usaram para se referir ao 4 a 1 sofrido pela Celeste na Arena Amazonas. Segundo os periódicos, os comandados de Tite tiveram uma 'superioridade esmagadora'.

"Foi uma demonstração excepcional da seleção local. No Uruguai, diremos que foi a pior partida celestial em muito tempo (...) um jogo com uma superioridade esmagadora de uma equipe sobre a outra. O Brasil venceu por 4 a 1, mas Muslera evitou francamente outras situações claras de gols", dizia o 'La Diaria'.

O 'El Pais' e o 'El Observador' também seguiram na mesma linha e disseram que os uruguaios foram 'dominados em um golpe muito forte'. Para eles, vencer o Brasil nas Eliminatórias foi adjetivado como missão impossível'.

"Dura derrota: O Brasil como o dominador da bola e das ações e assim foi uma derrota dura para o Uruguai, que recebe um golpe muito forte nas Eliminatórias", publicou o 'El Pais'.

"A bebida amarga do Brasil - Uruguai perde mais uma e cai para quinto lugar nas eliminatórias. Vencer o Brasil na estrada tem sido uma missão impossível para todas as seleções sul-americanas na história das Eliminatórias", escreveu o 'El Observador'.

Por fim, o 'Tele R' disse que o Uruguai teve uma noite para se esquecer e precisará 'trabalhar muito' para garantir uma vaga na Copa do Mundo de 2022.