PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Perrone: "Lentidão do Corinthians impressionou. Atuação da defesa salvou"

Do UOL, em São Paulo

14/10/2021 00h26

Classificação e Jogos

O Corinthians venceu o Fluminense por 1 a 0 nesta quarta-feira (13), na Neo Química Arena, pela 26ª rodada do Brasileirão. Embora tenha alcançado o arquirrival Palmeiras na tabela, ambos com 40 pontos, o Timão apresentou um futebol pouco inspirado. Gabriel Pereira foi o destaque da partida e foi o autor da vitória alvinegra em Itaquera.

Na Live do Corinthians, programa do UOL Esporte após os jogos do Timão, os jornalistas Vitor Guedes e Ricardo Perrone comentaram sobre a atuação do Corinthians. Apesar da vitória sobre um rival direto pelas primeiras posições do Brasileirão, ambos criticaram a atuação da equipe do Parque São Jorge.

"O que me impressionou foi a lentidão do time, que estava muito espaçado. Havia hora em que quem estava com a bola olhava para a frente e via uma linha de jogadores do Fluminense e os caras do Corinthians escondidos. Não havia movimentação, ninguém chegava para receber a bola. Aí o meio-campo não cria, o ataque não produz. Depois que saiu o gol, o Fluminense deu uma murchada. Durante a maior parte do jogo, parecia que o Corinthians estava de kart apostando corrida contra um Fórmula 1, com o Fluminense em velocidade. O desempenho da defesa corintiana acabou salvando", analisou Perrone.

Vitão criticou a falta de criatividade da equipe, que criou poucas chances efetivas para marcar. "Parecia o terceiro e o quarto tempo da partida contra o Sport. Muita posse de bola para lá e para cá e nada acontecia. Tirando o gol do GP e uma cabeçada no comecinho do jogo, meio sem querer, o Corinthians não criou nada", disse, referindo-se à derrota por 1 a 0 no sábado (9).

Vitão chamou a atenção para o isolamento de Roger Guedes no jogo contra o Flu. "Com três minutos, o Giuliano deu uma cabeçada dentro da área e pensei que já havia feito mais do que no jogo em Recife. Mas foi alarme falso. O Corinthians passou o primeiro tempo inteiro com a posse de bola e a chance do gol foi do Fluminense. O Roger Guedes, para mim, teve uma atuação tão inexistente quanto o Jô em Recife. O que prova que, além da má fase do Jô, o centroavante morre nesse esquema", observou.

Perrone concorda. "Esse time tem uma qualidade que é a aproximação, a troca de passe e triangulação. O Roger Guedes faz isso muito bem. É o charme dessa equipe. Quando o Sylvinho coloca um centroavante fixo, mata esse esquema. O Roger Guedes não fica à vontade quando está plantado. Você tinha dois caras abertos, um no meio, todo mundo longe um do outro. Precisa aproximar", opinou o colunista do UOL.

Para Vitão, apesar da vitória, a atuação do Corinthians contra o Fluminense deixa o torcedor preocupado com o futuro. "O jogo contra o Palmeiras e o primeiro tempo contra o Red Bull Bragantino foram os melhores momentos desse time. Contra o Bahia, fez um primeiro tempo ruim, mas com um jogador a mais foi muito bem no segundo tempo e fez 3 a 1. Veio a partida contra o Sport, que foi lamentável. Hoje [ontem], ganhou o jogo, que era um confronto direto, mas dá uma freada na empolgação", concluiu.

Não perca! A próxima edição da Live do Corinthians será na segunda-feira (18), logo após o clássico contra o São Paulo pelo Brasileirão. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Corinthians no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol