PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo anuncia saída de Hernán Crespo em "comum acordo"

O técnico Hernán Crespo observa o treino do São Paulo, no CT da Barra Funda - Fellipe Lucena/São Paulo FC
O técnico Hernán Crespo observa o treino do São Paulo, no CT da Barra Funda Imagem: Fellipe Lucena/São Paulo FC

Do UOL, em São Paulo

13/10/2021 15h56

Classificação e Jogos

Hernán Crespo não é mais técnico do São Paulo. O clube anunciou hoje (13) que o argentino deixou o comando da equipe "em comum acordo" depois de uma conversa com a diretoria são-paulina.

Além de Crespo, deixam o São Paulo os preparadores físicos Alejandro Kohan e Gustavo Sato, o preparador de goleiros Gustavo Nepote e o analista de desempenho Tobías Kohan. Todos eles foram contratados juntos com o treinador argentino no início da temporada.

Crespo foi contratado no início da temporada para substituir Fernando Diniz, demitido na reta final do Brasileirão de 2020. Com o peso de tirar o São Paulo da fila de oito anos sem título, o treinador argentino conduziu a equipe à conquista do Paulistão, vencendo o Palmeiras na final.

Depois disso, no entanto, não conseguiu manter o desempenho. Sofrendo com o alto número de lesões no elenco, o São Paulo acabou sendo eliminado da Libertadores para o Palmeiras e da Copa do Brasil para o Fortaleza. No Brasileirão, a equipe venceu pela primeira vez apenas na 10ª rodada e nunca conseguiu deixar a parte de baixo da tabela.

O treinador argentino deixa o clube depois de 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e 10 derrotas, um aproveitamento de 57,23%. Seu último jogo foi um empate sem gols com o Cuiabá, na última segunda-feira. O técnico Juan Branda comandou o São Paulo em quatro jogos, enquanto Crespo se recuperava da covid-19.

Nos últimos dias, Crespo foi alvo dos empresários de Orejuela e Martín Benítez. Os dois deram declarações falando que seus jogadores não permaneceriam na próxima temporada caso o treinador argentino seguisse no cargo.

Adrian Castellanos, agente de Benítez, afirmou que conversava com outros clubes brasileiros interessados no meia. "Estou falando muito, tenho uma excelente relação com Rui Costa, com o Belmonte [diretores são-paulinos], mas a prioridade é do São Paulo. Temos três times do Brasil que o querem, porque os técnicos gostam de jogar com um meia. E como gostam de jogar com um meia, o Martín é uma opção".

Confira a nota oficial do São Paulo sobre a saída de Crespo:

O São Paulo Futebol Clube informa que Hernán Crespo deixa o comando técnico da equipe nesta quarta-feira (13). A decisão foi tomada em comum acordo após conversa entre o treinador e a diretoria do Tricolor. Também deixam o Clube Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto com o treinador.

Ao longo de oito meses, Crespo dirigiu a equipe na conquista do Campeonato Paulista e trabalhou em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos. . O time ainda foi comandado em outros quatro jogos pelo auxiliar Juan Branda, quando o argentino se recuperava de Covid-19.

O São Paulo agradece aos profissionais pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período em que defenderam nossas cores, e pela conquista do título do Estadual, triunfo esse que não era obtido desde 2005. De imediato, o Clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador.

São Paulo