PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

São Paulo acerta ao demitir o técnico Hernán Crespo? Colunistas opinam

Hernán Crespo deixa o São Paulo com o título paulista de 2021 na conta - FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Hernán Crespo deixa o São Paulo com o título paulista de 2021 na conta Imagem: FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

13/10/2021 17h15

O São Paulo anunciou na tarde de hoje (13) a saída do técnico Hernan Crespo. O argentino foi contratado no início da temporada para substituir Fernando Diniz e deixa o Morumbi com a conquista do Campeonato Paulista - que encerrou um jejum de pouco mais de oito anos do clube sem títulos.

O São Paulo acerta ao demitir Hernán Crespo? Fizemos essa pergunta aos colunistas do UOL Esporte. Veja o que eles pensam:

Provavelmente, não. Crespo não teve tempo o suficiente para trabalhar, mas, até aí, nenhuma surpresa. Sempre mais fácil limar um (e sua cara comissão técnica) do que olhar para os problemas enraizados do clube.
ALICIA KLEIN

Olhando à distância, não. Deram a missão de ganhar o estadual e foi cumprida. Crespo merecia ter uma pré-temporada, sem o atropelo insano de 2021.
ANDRÉ ROCHA

São Paulo errou ao dar all in para ganhar o Paulista. Agora colhe frutos das escolhas erradas em nome de um título de Estadual e sacrifica o técnico "campeão do mundo" para manter o ritmo da roda do futebol brasileiro.
DANILO LAVIERI

A diretoria nova do São Paulo só errou até agora. Mostra-se tão amadora quanto qualquer outra. Errou ao assumir, se meter no futebol e atrapalhar o processo no Brasileirão. Errou ao priorizar tanto o Paulista, a ponto de rifar o resto da temporada. E, agora, erra de novo ao não dar a Crespo a chance de trabalhar em um ano "normal" - 2022.
JULIO GOMES

O problema do São Paulo há alguns anos é o mesmo: diretoria. Cartolas incompetentes que destruíram um dos clubes mais organizados do Brasil. Sorte de Crespo que não vai mais precisar trabalhar com essa turma.
MARCEL RIZZO

Não. Um erro gigante. Demonstra apenas que não há direção e nem planejamento.
MENON

Acerta em cheio! A melancólica campanha do São Paulo no Brasileirão queimou todo o crédito que o treinador tinha conquistado com o Paulista. Sem um "chacoalhão", a tendência era que a equipe afundasse ainda mais. Agora, que venha Rogério Ceni para o Morumbi!
MILTON NEVES

A menos que tenha acontecido algo pontual e grave que tornou a permanência de Crespo no clube inviável, o São Paulo errou. Primeiro porque o substituto levará um tempo para se adaptar. E o relógio corre contra o time no Brasileirão. Também porque Crespo é um treinador com potencial para evoluir, apesar do trabalho ruim no Campeonato Brasileiro.
PERRONE

Ué, Crespo ganhou a "Copa do Mundo" e não tiveram paciência com ele? O elenco tem claras deficiências. O argentino não podia fazer milagre.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Errou feio. Crespo é um bom técnico e provou isso no próprio São Paulo.
RODOLFO RODRIGUES

Cravar uma opinião sem ter acesso ao dia a dia é difícil porque não sabemos como estava o ambiente com os jogadores e a diretoria. Do que é possível ver do campo e bola, o time estagnou há alguns meses. Não conseguiu superar os problemas com lesões e preparação física, e joga um futebol muito distante do que deu a sensação que jogaria nas primeiras partidas da temporada.
RODRIGO COUTINHO

O clube priorizou a conquista do Estadual, o que Crespo entregou e, depois, comprometeu fisicamente o início do Brasileiro. Depois disso, o time nunca retomou o rumo em campo pois não exibiu a mesma intensidade. Crespo tem lá sua responsabilidade, mas a maior parcela é da gestão caótica do futebol do São Paulo. Deve jogador, permite seu então melhor atleta ir à Olimpíada, depois fica refém dele. Neste cenário todo, difícil dizer agora se a saída dele terá algum efeito positivo.
RODRIGO MATTOS

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

São Paulo