PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lateral do Bayern tem prisão decretada por violência doméstica

Lucas Hernández, do Bayern de Munique - Matthias Balk/picture alliance via Getty Images
Lucas Hernández, do Bayern de Munique Imagem: Matthias Balk/picture alliance via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/10/2021 11h07

Classificação e Jogos

O Tribunal Criminal nº 32 de Madri decretou a prisão de Lucas Hernández, defensor do Bayern de Munique e da seleção francesa. De acordo com a publicação 'As', a notificação, que data de 14 de setembro, determina que o jogador se apresente ao tribunal até a próxima terça-feira (19), 11h (local) para ingressar no centro penitenciário escolhido.

A ordem se dá por conta de um episódio ocorrido há mais de quatro anos. Após uma briga no dia 3 de fevereiro de 2017, Lucas Hernández, então jogador do Atlético de Madri - que foi detido no dia e liberado após prestar depoimento - e a mulher, Amelia de la Osa Lorente, foram condenados a realizar 31 dias de trabalhos comunitários e impedidos de se comunicarem ou se aproximarem por seis meses.

Nenhuma das sentenças foi acatada pelo casal. Em junho de 2017, o jogador chegou a ser detido no aeroporto de Madri por descumprir a ordem.

Posteriormente, o Ministério Público espanhol entrou com um pedido de um ano de prisão para o atleta e Lucas Hernández acabou condenado. O pedido da defesa pela substituição da pena por trabalho comunitário foi negado já que o atleta não cumpriu a primeira pena.

Ainda de acordo com o "As", o Bayern de Munique se posicionou dizendo que não tinha conhecimento do fato até o início de outubro, apesar de o jogador ter sido notificado em setembro.

Futebol