PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Cuca 'perde a conta' do número de baixas no Galo e valoriza força do grupo

Calebe foi um dos destaques do Atlético-MG na vitória por 3 a 1 sobre o Santos - Pedro Souza/Atlético
Calebe foi um dos destaques do Atlético-MG na vitória por 3 a 1 sobre o Santos Imagem: Pedro Souza/Atlético

Do UOL, em Belo Horizonte

13/10/2021 21h57

Classificação e Jogos

Na noite em que o Atlético-MG venceu o Santos por 3 a 1, no Mineirão, e manteve a distância de 11 pontos para o Flamengo, vice-líder do Campeonato Brasileiro, o técnico Cuca chegou ao 35º triunfo pelo alvinegro, nesta que é a sua segunda passagem pelo clube mineiro.

Comandante do time que não perde há 18 partidas na competição mais importante do país, o curitibano caminha a passos largos para dar ao Galo o caneco que não vem desde 1971. Feliz com a virada sobre o Peixe, equipe que comandou em 2020, Cuca destacou o clima que deu tom ao jogo: de um lado, o líder buscando seguir disparado no topo; do outro, o time paulista brigando para se afastar da zona de rebaixamento.

"Hoje era um dia de um jogo muito tenso, muito nervoso para as duas equipes, cada uma com seu objetivo. O time (Atlético) não aceitou a derrota, nós abrimos no que podíamos para ter mais agudez (no ataque). As trocas foram boas, quem entrou foi muito bem e nos ajudou a vencer um jogo muito complicado que temos que comemorar. Tivemos mais posse de bola e finalizações, mas não foi fácil, pois foi um jogo muito nervoso", destacou Cuca.

Sem Alonso, Arana e Alan Franco, convocados para a disputa das Eliminatórias, Vargas e Hulk no departamento médico, e Savarino, que aprimora a parte física, o treinador atleticano mais uma vez precisou inovar na escalação.

"Tivemos muitas baixas. Já não sei de cabeça nem quantas são. Mas você tem que medir forças, pois o campeonato é muito duro, com desgaste muito grande. Trocamos o Diego (Costa) porque ele estava sentindo o jogo, com a perna muito presa e não quis correr o risco de perdê-lo novamente. Estamos usando o grupo e hoje foi uma prova muito grande que foi ele que venceu esta partida muito difícil", acrescentou.

Próximo jogo

No próximo domingo (16), o Atlético-MG vai até Goiânia onde encara o xará Atlético-GO pela 27ª rodada do Brasileirão. A bola rola a partir das 18h15 (de Brasília).

Atlético-MG