PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Europeias

Cristiano Ronaldo faz 3 contra vítima favorita e Portugal depende só de si

Cristiano Ronaldo comemora um dos gols que marcou sobre Luxemburgo pelas Eliminatórias da Copa - Gualter Fatia/Getty Images
Cristiano Ronaldo comemora um dos gols que marcou sobre Luxemburgo pelas Eliminatórias da Copa Imagem: Gualter Fatia/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

12/10/2021 17h37

Classificação e Jogos

Luxemburgo se tornou hoje o país que mais sofreu gols na carreira de Cristiano Ronaldo. Isso porque o atacante marcou três vezes na goleada de Portugal por 5 a 0, em partida válida pela oitava rodada das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo do Qatar, e chegou a nove tentos contra o adversário.

O triunfo deixa os portugueses com 16 pontos conquistados, sendo cinco vitórias e um empate. A Sérvia lidera o grupo com 17 pontos, mas tem um jogo a mais. Assim, Portugal depende só de si para se classificar para a Copa. A seleção de CR7 joga com a Irlanda na próxima rodada e encerra sua participação recebendo os sérvios. Dois empates bastam para Portugal se classificar para o Mundial.

Três pênaltis que valem dois

Aos oito minutos, o árbitro assinalou pênalti para Portugal, que abriu o marcador com Cristiano Ronaldo. Cinco minutos depois os donos da casa tiveram mais uma penalidade, em que CR7 mandou no ângulo esquerdo do goleiro. No entanto, houve invasão dos dois times e o craque teve que chutar novamente para novamente estufar as redes do goleiro e deixar 2 a 0 no marcador.

Portugal ou Manchester?

Com 17 minutos de jogo já estava três a zero para os portugueses, sendo os gols marcados por jogadores do Manchester United. Depois de Ronaldo marcar duas vezes, foi a vez de Bruno Fernandes anotar o seu e deixar o placar ainda mais confortável para os mandantes. Cristiano ainda fez mais um no final da partida.

Domínio total

O jogo foi controlado pelos portugueses durante todo o confronto, já que a equipe de Luxemburgo mal conseguia chegar na área adversária. Os dois gols no início deixaram a situação ainda mais complicada para os visitantes.

Ia ser um golaço!

Aos 22 minutos do segundo tempo, Cristiano Ronaldo ficou muito perto de marcar mais uma pintura em sua carreira. O craque português aproveitou cruzamento de Cancelo, dominou no peito e chutou de bicicleta. A bola só não estufou as redes porque o goleiro Moris fez uma excelente defesa e impediu o gol. Curiosamente, no lance seguinte, saiu o quarto gol dos portugueses com João Palhinha de cabeça.

Equilibrado só na posse de bola

O jogo foi totalmente controlado pela equipe lusitana, porém em um quesito os dois times foram semelhantes. Aos 40 minutos do segundo tempo, a posse de bola estava 52% para Portugal e 48% para Luxemburgo, que não conseguiu usar essa porcentagem em chances criadas na meta defendida por Rui Patrício.