PUBLICIDADE
Topo

Futebol

América-MG tem dois pênaltis, perde um, mas vence o Palmeiras de virada

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

06/10/2021 23h29

O Palmeiras foi a Belo Horizonte enfrentar o América-MG, nesta quarta-feira (6), no estádio Independência, e saiu na frente com Rony. Mas desperdiçou muitas chances quando era melhor na segunda etapa e sofreu a derrota, de virada, por 2 a 1, com gols de Patric e Ademir, cobrando pênalti. O Coelho já havia desperdiçado um pênalti com Felipe Azevedo, aos 20 minutos da segunda etapa. Esta é a primeira vitória do time mineiro sobre os paulistas na história em confrontos pela Série A.

A rodada foi favorável ao Palmeiras, já que o líder Atlético-MG e o agora segundo colocado Flamengo empataram seus compromissos contra Chapecoense e Red Bull Bragantino, respectivamente. Mas o time de Abel Ferreira não soube aproveitar e está a 11 pontos do Galo, ocupando a terceira posição na tabela.

Antes da partida, o técnico português declarou que o Palmeiras tem como meta chegar aos 80 pontos. Com o resultado, soma 39 e tem, portanto, 41 pontos para fazer em 15 partidas.

O melhor: Rony

Foi perigoso o tempo inteiro em que esteve em campo. Se não saiu por cansaço, é difícil entender o motivo.

O pior: Jorge

Além de ainda estar claramente fora de ritmo, cometeu pênalti bobo ao ir cortar cruzamento com o braço levantado.

América-MG assusta primeiro

O primeiro lance de perigo foi do América-MG. Não foi uma jogada trabalhada, mas o chute de fora da área de Ademir assustou bastante, acertando o travessão de Jaílson, logo aos 12 minutos de jogo. O Palmeiras até tinha chegado duas vezes. Na primeira, Rony não conseguiu cruzar para Dudu após invadir a área do Coelho pela esquerda. Na segunda, o mesmo Rony tentou bater de fora da área, mas acabou travado.

Mineiros dominam as ações, mas Palmeiras abre o placar

Quem dominava as ações era o América-MG, mas foi o Palmeiras que fez 1 a 0, e bem ao seu estilo, saindo rápido para o ataque. Dudu cruzou a linha de meio-campo com a bola e tentou lançar, de três dedos, na direção de Rony. A bola resvalou num defensor, mas seguiu na direção do atacante palmeirense, marcado por Ricardo Silva. A bola ficou pipocando entre os dois, mas Rony foi mais esperto, girou, driblou Silva e bateu da entrada da área: 1 a 0, aos 29min.

VAR não é capaz de tomar uma decisão simples

No lance do gol, Leandro Pedro Vuaden chegou a assinalar toque de mão do atacante do Palmeiras. No replay da transmissão pela TV, foi extremamente clara a lisura do lance. A bola resvala sim na mão de um jogador, mas de Ricardo Silva. Com mais de dois minutos de análise, a equipe do VAR, com mais ângulos, foi incapaz de cravar. Vuaden teve de ir à cabine para validar um lance que não era de interpretação.

Palmeiras volta muito bem para a segunda etapa

O Palmeiras começou o segundo tempo voando. Logo aos 3min, Rony avançou desde a linha lateral, na altura da intermediária, e foi arrastando toda a defesa do América-MG até a entrada da área, quando foi puxado por Bauermann. A decisão de Vuaden foi contestável, já que Rony estava de frente para o gol e o beque do América-MG era o último homem da defesa. Na cobrança em jogada ensaiada, Rony pegou o rebote de chute de Gabriel Menino e fez o gol, mas estava impedido.

Alviverde era melhor, quando América teve pênalti - e perdeu

Foi numa chegada pela direita que Patric teve a bola e tentou cruzar. A bola explodiu em Jorge, e Vuaden mandou seguir. Mas o VAR o chamou para avisar que a bola pegara na mão direita do lateral: pênalti. Para a cobrança, veio Felipe Azevedo, que tinha acabado de entrar. E ele até deslocou Jaílson, mas acertou o travessão. Palmeiras seguia na frente.

América acha o empate com um golaço

O Palmeiras teve seguidas chances de fazer 2 a 0, com Dudu, Patrick de Paula e Rony, mas desperdiçou todas. E O América-MG cresceu no jogo, começando a pressionar. Foi num lance de escanteio que saiu o empate.. Patric recebeu e, do bico da área, bateu por cima de Jaílson: 1 a 1, aos 27min do 2º tempo.

Abel mexe no atacado, mas time perde chances

O técnico do Palmeiras já tinha planejado as substituições antes do empate e, com o gol do América-MG, trocou logo cinco jogadores. Mudou todo o ataque e ainda mandou Danilo Barbosa a campo depois de muito tempo. Aos 40, Deyverson colocou Gabriel Veron na cara do gol, mas o garoto perdeu a passada e não conseguiu chutar. Um minuto depois, foi a vez de Scarpa, com passe de Deyverson também, bater prensado. E Wesley ainda teve boa chance, na cara do goleiro, que conseguiu sair no pé do atacante e defender.

América-MG vira

E foi de pênalti. Felipe Melo tentou dar um carrinho para cortar um cruzamento e levantou muito o braço. O VAR confirmou, e Ademir bateu com categoria para vencer Jaílson e garantir a vitória dos donos da casa, aos 48min do 2º tempo.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 2 x 1 PALMEIRAS
Motivo:
Campeonato Brasileiro - 24ª rodada
Data e horário: 6 de outubro de 2021 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza (ambos do RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Gol: Rony, aos 29min do 1º tempo (PAL); Patric, aos 27min, e Ademir, aos 48min do 2º (AME)
Cartões Amarelos: Gabriel Menino e Jorge (PAL); Bauermann (AME)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Patric, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Marlon (Alan Rischel); Lucas Kal (Rodolfo), Alê, Juninho e Ademir; Zárate (Felipe Azevedo) e Fabrício (Ribamar). Técnico: Vagner Mancini

PALMEIRAS: Jaílson; Renan, Luan e Kuscevic; Gabriel Menino, Felipe Melo, Patrick de Paula (Danilo Barbosa), Raphael Veiga (Scarpa) e Jorge (Wesley); Dudu (Gabriel Veron) e Rony (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira

Futebol