PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras empata com o Juventude, vê Galo disparar e Flamengo encostar

Diego Iwata Lima

De São Paulo

03/10/2021 20h09

Na ressaca da classificação à final da Copa Libertadores, o Palmeiras recebeu o Juventude no Allianz Parque com um time misto pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Alviverde de São Paulo saiu atrás, com gol de Guilherme Castilho, logo aos 5min. O empate, com Danilo, após escanteio de Scarpa, veio ainda no 1º tempo. Mas foi só, e o jogo terminou mesmo em 1 a 1.

O resultado é muito ruim para as pretensões de título palmeirenses. Com a vitória sobre o Internacional no sábado (2), o Atlético-MG agora abre 10 pontos de vantagem na liderança. E o Flamengo, com dois jogos a menos, já está apenas um ponto atrás e é terceiro: 39 a 38. O Juventude chega a 27 pontos e é o 15º colocado.

O pior: Luiz Adriano

O edema no joelho esquerdo pode ter desaparecido, mas o futebol do centroavante ainda não voltou. O camisa 10 do Palmeiras foi um a menos em campo até ser substituído, aos 17min do 2º tempo. Quando não foi apático, errou o que tentou.

O melhor: Danilo

O volante, autor do gol que empatou o jogo, foi o único com uma atuação de nível alto no Palmeiras. Além de se apresentar na saída de jogo, apareceu muitas vezes avançado, infiltrando a área. Criativo, errou pouco.

Erros de Scarpa, Wesley e Weverton: gol do Juventude

O Palmeiras, provando de seu veneno, circulava a bola fora do bloco defensivo do Juventude, sem conseguir criar nada, quando Gustavo Scarpa errou passe no ataque, com displicência, aos 3min. O Juventude partiu em alta velocidade no contra-ataque, e Wesley, retornando do ataque, fez falta desnecessária na entrada da área.

Guilherme Castilho enganou Weverton, batendo no canto em que o goleiro estava. Tentando adivinhar, o arqueiro deu um pequeno passo para a esquerda, que acabou sendo fatal. E a bola ainda desviou na barreira: 1 a 0, aos 5min de jogo.

Palmeiras lento e sem criatividade; Juventude desaparece

Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge já faziam a saída com lentidão. Danilo não conseguia receber a bola e Scarpa, quando a pegava, não conseguia acelerar o jogo, encaixotado pela defesa gaúcha. O resultado era um Palmeiras inoperante, apelando para bolas altas enfiadas. A sorte dos paulistas é que a equipe serrana fez o gol e se encolheu de um modo a não incomodar o Palmeiras nem minimamente.

Scarpa, mais uma vez assistindo (no bom sentido): gol de Danilo

As palavras podem ser engraçadas. Gustavo Scarpa, que só assistia ao jogo, apareceu assistindo —no sentido de fazer assistência— para o empate do Alviverde, com Danilo. Gabriel Menino inverteu bola na área e conseguiu um escanteio. Scarpa bateu bem, como sempre, a zaga cochilou, e Danilo dominou quase em cima da linha, antes de dar uma espécie de voleio com a bola nem alta, para empatar: 1 a 1, aos 28min.

Weverton salva o Palmeiras

Faltando 30 segundos para o fim do 1º tempo —com acréscimo de três minutos—, Weverton fez uma defesa cinematográfica. Capixaba invade a área e escorrega, com Danilo no seu cangote. Mesmo pedindo pênalti e caído, ele consegue rolar para Sorriso, que gira e bate colocado, da risca da pequena área. Weverton consegue desviar, milagrosamente.

Bolas cruzadas eram o recurso dos dois times

As duas equipes tinham dificuldade de criação, e, até os 10min, só conseguiam levar perigo em bolas cruzadas na área. Como no lance em que Sorriso deu um elástico em Piquerez e cruzou para Castilho cabecear com perigo. Ou no lance de Rony, aos 8min, em bola de Rony, que se chocou com o goleiro Douglas.

Substituição tripla, e Scarpa acerta a trave

Cansado de Luiz Adriano fazer nada, Abel o sacou, junto com Wesley e Zé Rafael, aos 17min. Rony foi para a referência do ataque, Dudu foi para uma ponta, Veron para a outra, e o Palmeiras melhorou rapidamente. Aos 23min, Rony chegou bem à frente e sofreu falta. Scarpa bateu com perfeição e acertou a trave. Danilo ainda pegou o rebote e tentou bater a gol. Douglas defendeu, mas o 28 do Palmeiras já estava impedido.

Palmeiras amassa o Juventude, que monta parede

O Palmeiras passou a ter a bola com mais frequência e mais velocidade, colocando muita pressão em cima do Juventude. Mas como um muro, o time gaúcho montou uma linha protegendo a entrada da área, que o Palmeira tinha muita dificuldade de superar. Nos minutos finais, com Deyverson em campo e muitas bolas jogadas na área, o time teve algumas chances —a melhor delas com Dudu, aos 44, após ajeitada de Deyverson. Mas o empate prevaleceu.

PALMEIRAS 1 X 1 JUVENTUDE

Motivo: 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Quando: Domingo, 3 de outubro Local e Horário: Allianz Parque, 18h15

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Michael Correa (RJ) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Gols: Guilherme Castilho (JUV) aos 5' do 1º tempo; Danilo (PAL) aos 28' do 1º tempo

Cartões amarelos: Dudu (PAL); Jadson (JUV)

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge (Piquerez); Danilo (Deyverson), Zé Rafael (Felipe Melo) e Gustavo Scarpa; Wesley (Dudu), Rony e Luiz Adriano (Veron). Técnico: Abel Ferreira

JUVENTUDE: Douglas; Michel Macedo, Quintero, Vitor Mendes e William Matheus; Dawhan, Jadson, Guilherme Castilho; Marcos Vinícios, Roberson (Fernando) e Capixaba (Didi). Técnico: Marquinhos Santos

Futebol