PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Avaí vira contra o Botafogo fora de casa e assume vice-liderança da Série B

Bruno Silva comemora gol do Avaí contra o Botafogo, pela Série B - Jorge Rodrigues/AGIF
Bruno Silva comemora gol do Avaí contra o Botafogo, pela Série B Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/10/2021 20h54

O Avaí venceu o Botafogo de virada por 2 a 1, na noite de hoje (2), no Nilton Santos, pela 28ª rodada da Série B, e assumiu a vice-liderança do campeonato. Os gols foram de Diego Gonçalves, Jean Cléber e Bruno Silva.

Com o resultado, o Leão da Ilha chega ao segundo lugar da competição, com 49 pontos. O Glorioso continua com 48, e desce para a terceira posição.

Na próxima rodada, os catarinenses recebem a Ponte Preta na Ressacada, às 19h de terça-feira (5). Já o time de Enderson Moreira pega o CRB, novamente no Nilton Santos, na sexta (8), também às 19h.

Primeiro tempo morno no Nilton Santos

Mais truncado e estudado que técnico, o primeiro tempo teve pouca criatividade dos setores ofensivos devido à forte marcação dos dois lados. Os visitantes avançaram mais vezes, mas sem levar perigo à meta botafoguense. O Fogão atacou menos, mas assustou com um belo gol anulado por impedimento.

Golaço anulado

Aos 31 minutos, Marco Antônio foi acionado pela intermediária, aparecendo nas costas da zaga e fazendo um belíssimo gol de cobertura. Porém, a arbitragem marcou o impedimento do camisa 70. Foi o lance mais bonito de uma etapa inicial escassa em boas oportunidades de gol.

Clima quente no gramado

Com a vice-liderança em disputa, a primeira etapa também foi protagonizada pelos momentos de tensão entre os adversários. Aos 5 minutos, após Edílson chutar a bola contra Barreto, caído ao chão, Chay cobrou o lateral e o lance gerou discussões. Cerca de 30 minutos depois, o ala do Avaí voltou a entrar em uma confusão, desta vez, após um lance com Carli. O clima esquentou, mas o princípio de briga foi apartado instantes depois.

Bota sai na frente no 2º tempo, mas leva virada

O cenário na etapa final foi oposto ao do primeiro tempo. Logo no início, os donos da casa abriram o placar após cruzamento de Chay, que desviou na zaga do Avaí e entrou contra —o tento, no entanto, foi computado para Diego Gonçalves. O Avaí reagiu e empatou aos 16, com Jean Cléber: o meio-campista alçou a bola na área, ninguém desviou e ela morreu no fundo do gol. Quando o empate parecia encaminhado, a virada chegou com Bruno Silva, que selou a vitória do Avaí no Rio de Janeiro.

Lei do Ex no Rio

O gol da virada do Leão chegou com a Lei do Ex no Nilton Santos. Após boa jogada de Jadson, Romulo cruzou fechado e Diego Loureiro espalmou para a entrada da área. O ex-botafoguense apareceu sozinho e encheu o pé, no canto direito do goleiro, sem chances para defesa.

Melhor ataque vs. segunda melhor defesa

O jogo no Estádio Nílton Santos marcou o encontro entre o melhor ataque da competição, o Botafogo, com 39 gols, contra a segunda melhor defesa, com 20 sofridos. À parte do gol botafoguense, que veio em falha defensiva em uma bola parada, o Leão da Ilha soube segurar as ofensivas dos donos da casa e, mesmo com a desvantagem, reagiu bem virou a partida fora de casa.

Enderson bate boca com torcedores

Após o gol da virada do Avaí, o técnico Enderson Moreira cobrou torcedores por apoio à equipe e, respondido com mais vaias, bateu boca com os botafoguenses presentes no Nilton Santos. Depois do fim da partida, ele aplaudiu a torcida presente no estádio.

Ficha técnica

Botafogo 1 x 2 Avaí

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro-RJ

Hora: 19h (horário de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO)

Cartões amarelos: Barreto (Botafogo); Vladimir (Avaí) e Renato (Avaí)

Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Diego Gonçalves (Botafogo), aos 3 minutos do 2º tempo; Jean Cleber (Avaí), aos 16 minutos, e Bruno Silva (Avaí), aos 34.

Botafogo: Diego Loureiro; Daniel Borges (Ênio), Carli, Gilvan e Carlinhos; Barreto, Luís Oyama e Chay; Diego Gonçalves (Warley), Marco Antônio (Rafael) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

Avaí: Glédson; Edílson, Alemão, Betão e Diego Renan; Bruno Silva, Lourenço (Jadson) e Jean Cléber (Wesley Soares); Vinicius Leite (Valdívia), Copete (Renato) e Jonathan (Rômulo). Técnico: Claudinei Oliveira.

Futebol