PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2021/2022

Juventus trava Lukaku, monta retranca intransponível e vence o Chelsea

Chiesa comemora gol da Juventus sobre o Chelsea  - REUTERS/Massimo Pinca
Chiesa comemora gol da Juventus sobre o Chelsea Imagem: REUTERS/Massimo Pinca

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2021 17h59

Classificação e Jogos

A Juventus travou Lukaku e contou com um gol relâmpago para vencer o Chelsea por 1 a 0, hoje (29), no Juventus Staduim, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga os Campeões. Com o resultado, a Juve assume a liderança do Grupo H, com seis pontos.

Com gol de Chiesa no primeiro minuto do segundo tempo, a Velha Senhora apostou numa linha com cinco defensores para segurar o atual campeão da Champions, que amargou sua primeira derrota.

Única invicta da chave, a Juve encara o Zenit fora de casa pela terceira rodada da fase de grupos. Já o Chelsea recebe o Malmo no Stamford Bridge. Os jogos estão marcados para o dia 20, às 16h (de Brasília).

No outro duelo do dia da chave, o Zenit conseguiu sua primeira vitória ao golear o Malmo por 4 a 0, em casa.

Domínio Inglês

Mesmo jogando fora de casa, o Chelsea controlou o início da partida. Mantendo a posse de bola, o time inglês trocou passes no campo adversário, buscando oportunidades de lançar seus pontas, principalmente pela esquerda, com Marcos Alonso.

Apesar do controle, o atual campeão da competição esbarrou na forte marcação italiana e teve dificuldades para chegar com clareza ao gol de Szczesny.

Assim não!

Encolhida em seu campo, a Juve teve duas oportunidades de abrir o placar na etapa inicial, ambas em contra-ataque após erros de passe do Chelsea.

Aos 16 minutos, após passe errado de Kovacic, Rabiot partiu sem marcação, mas praticamente recua para Mendy.

A outra chance veio aos 20 minutos. Chiesa aproveitou erro de passe do Chelsea para sair em velocidade pela direita, e a bola passa raspando a trave direita de Mendy.

Gol relâmpago!

A Juventus precisou de quatro passes, e poucos segundos para abrir o placar após o intervalo.

Após saída de bola no segundo tempo, Bernardeschi acionou Chiesa, que finalizou na entrada da pequena área, sem chance para Mendy, e colocou os donos da casa na frente.

Pressão dos Blues

Atrás no marcador, o Chelsea se lançou ainda mais ao ataque no segundo tempo, mas pouco assustou os donos da casa.
Abusando de jogadas pelas beiradas e cruzamentos, o time de Tuchel levou pouco perigo ao goleiro Szczesny.

Lukaku encaixotado

Autor do gol da vitória sobre o Zenit, Lukaku teve uma atuação discreta em Turim. Em um Chelsea com muitas dificuldades para furar o sistema defensivo da Juve, o camisa 9 ficou encaixotado entre Bonucci e De Ligt e pouco tocou na bola.

Mesmo assim, a melhor chance do Chelsea saiu dos pés dele. Com rara liberdade, o camisa 9 girou em cima de Bonucci aos 37 do segundo tempo e mandou por cima do gol

A atuação discreta, porém, foi suficiente para que o ex-Inter de Milão fosse vaiado pelos torcedores da Juve.

Segura os Blues!

Jogando com todo o time no campo de defesa, a Juventus montou uma linha com seis defensores no fim do segundo tempo. Aos 38 minutos da etapa final, Chiellini entrou no lugar de Bentancur para fechar ainda mais o muro italiano.