PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Vojvoda e Maradona? Técnico do Fortaleza guarda foto de jogo contra ídolo

Técnico do Fortaleza, Vojvoda conquistou o primeiro título da carreira  - Leonardo Moreira/FortalezaEC
Técnico do Fortaleza, Vojvoda conquistou o primeiro título da carreira Imagem: Leonardo Moreira/FortalezaEC

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/09/2021 00h33

Classificação e Jogos

O argentino Juan Pablo Vojvoda, que é técnico do Fortaleza, participou hoje do "Bem, Amigos!" e revelou que guarda até hoje o jornal em que ele saiu na foto de capa disputando uma bola com Diego Maradona.

Vojvoda, que jogava como zagueiro, lembrou do jogo do Boca Juniors, de Maradona, contra o Newell's Old Boys em que disputou uma bola com o craque e a foto da disputa saiu enorme, segundo ele, na primeira página de um jornal. Vojvoda ainda disse que se arrepende de ter aproveitado pouco o momento, mas que ainda tem o jornal com a foto guardado na casa de seus pais.

Por ter jogado contra Maradona e ver Messi atuar agora, o técnico do Fortaleza foi questionado sobre qual ele escolheria para seu time e não hesitou na resposta:

"Eu acho que o Maradona foi muito importante para a Argentina. Se eu tenho que tomar a decisão como treinador, eu coloco os dois, mas se precisar escolher, fico com Maradona, vi ele levar um time nas costas e ganhar um Mundial, mas também fiquei muito feliz de ver Messi ganhar com a seleção da Argentina recentemente também", disse o técnico.

Vojvoda ainda falou sobre tática, convivência com os jogadores e fez questão de enaltecer a diferença que o psicológico faz para um atleta:

"Eu acho que é muito importante o aspecto psicológico, as pessoas pensam que jogador de futebol é jogador de futebol, uma máquina e não uma pessoa, mas, na verdade, antes de tudo, eles são pessoas e, geralmente, são muito jovens. Como você era quando tinha 20 anos ou 25, pensava igual agora, com 40? Não! O aspecto psicológico é muito importante, é preciso treinar isso durante a semana também, não é só na hora do jogo. Eu valorizo muito o aspecto humano e é verdade que, nos grandes treinadores, isso está muito presente".

O treinador do Fortaleza ainda revelou um dilema curioso que viveu um quando mais jovem, já que teve a oportunidade de estudar medicina e de jogar futebol:

"Eu, quando era jogador, estudava medicina e tive sorte de ter pais que me apoiaram, mas teve uma hora que eles perguntaram o que eu queria fazer, se era medicina ou futebol, eles me falaram que poderia voltar para medicina depois do futebol, comecei então no futebol e voltei para medicina depois, eu gostava de ler, gostava dos temas, mas quando estava no hospital, não sentia que estava feliz, eu voltei para terminar o meu ciclo só, apenas e, quando faltava apenas um mês para terminar, surgiu a oportunidade no Defensa y Justicia, falei com a minha família e não tive dúvidas, aceitei o emprego e voltei para o futebol".

No comando do Fortaleza, Vojvoda chegou pela primeira vez na história do clube à semifinal da Copa do Brasil e está na terceira posição do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos, enfrentando o Atlético Goianiense pela próxima rodada no sábado seguinte, às 17h.

UOL Esporte vê TV