PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Reforços do Corinthians causam melhora imediata no ataque; veja números

Roger Guedes comemora o seu gol com Giuliano no clássico entre Corinthians e Palmeiras, pela 22ª rodada do Brasileirão - DANILO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO
Roger Guedes comemora o seu gol com Giuliano no clássico entre Corinthians e Palmeiras, pela 22ª rodada do Brasileirão Imagem: DANILO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

28/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

Com menos de um trimestre no Corinthians, o trio formado por Giuliano, Renato Augusto e Roger Guedes já causou um impacto positivo nos números ofensivos da equipe. Desde a estreia do primeiro reforço, no dia 8 de agosto, o Alvinegro melhorou sua média de gols no Campeonato Brasileiro, não perdeu nem uma partida sequer e viu os recém-contratados participarem diretamente de 60% de todos os gols anotados dali em diante.

Após deixar de lado a aposta nos garotos das categorias de base e dar espaços aos medalhões contratados no meio da temporada, o Corinthians teve uma significativa melhora. O time deixou a segunda metade da tabela de classificação e agora está dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores. São oito jogos de invencibilidade, a maioria deles tendo pelo menos um nome do trio como destaque.

No período, o Corinthians anotou dez gols em oito jogos (média de 1,25 tentos por partida). O atacante Roger Guedes fez três gols (dois deles no clássico contra o Palmeiras), e deu uma assistência, o meia Giuliano fez um gol e distribuiu dois passes aos seus companheiros. Por fim, Renato Augusto também já fez gol, logo em sua reestreia, diante do Ceará.

A título de comparação, antes da chegada dos reforços, a equipe havia marcado 13 gols nas primeiras 14 rodadas do Campeonato Brasileiro — média de 0,9 por jogo. Considerando as partidas da Copa do Brasil, o time de Sylvinho apresentava uma média de 0,8 gols por compromisso nesta temporada.

O elenco também conta com o reforço do camisa 10 Willian. O meia ainda não chegou a participar diretamente de algum gol do Corinthians, mas tem sido participativo no sistema ofensivo da equipe. No Dérbi do último sábado, em 78 minutos em campo, tentou quatro finalizações ao gol adversário já sendo uma peça importante na formação titular do Alvinegro.

Corinthians