PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Guardiola quase deixou de assinar com o City por exigir morar em mansão

Ao ser contratado, o treinador exigiu viver no centro de Manchester - SHAUN BOTTERILL
Ao ser contratado, o treinador exigiu viver no centro de Manchester Imagem: SHAUN BOTTERILL

Do UOL, em São Paulo

28/09/2021 13h23

Pep Guardiola poderia não ser o técnico do Manchester City por um motivo que foge do futebol. O técnico quase deixou de assinar com o clube em 2016 por ter exigido viver em mansão no centro de Manchester quando chegasse à cidade.

De acordo com o livro 'Pep's City: The Making of a Superteam', que narra a bem sucedida trajetória de Guardiola no comando do time inglês, os dirigentes do City tiveram de encontrar um imóvel no centro de Manchester, já que o treinador e a família se recusavam a morar em lugares mais afastados.

"Pep se recusava a morar em qualquer lugar que não fosse o centro da cidade e simplesmente não havia a propriedade certa para ele. Begiristain [diretor de futebol da equipe] viu seus planos com Guardiola virando fumaça", afirma o livro escrito por Pol Ballus e Lu Martin.

Depois de alguns meses de negociação e procura, clube e treinador chegaram a um acordo contratual e imobiliário. Guardiola e a família mudaram-se para um luxuoso apartamento no centro de Manchester, que conta com piscina e academia particulares.

Futebol