PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: Atlético-MG do Cuca é mais regular que Flamengo e Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

27/09/2021 18h55

Classificação e Jogos

O Atlético-MG lidera o Campeonato Brasileiro e decide amanhã (28) com o Palmeiras uma vaga na final da Libertadores, além de também estar classificado para as semifinais da Copa do Brasil, podendo conquistar três títulos das principais competições que disputa na temporada, situação que só o Flamengo também tem. Em meio a um período em que Abel Ferreira e Renato Gaúcho, os técnicos de Palmeiras e Flamengo, são criticados, Cuca mais uma vez coloca seu time na briga.

No podcast Posse de Bola #164, Arnaldo Ribeiro afirma que o Cuca está conseguindo, assim como no Santos, fazer um trabalho até melhor que o do antecessor Jorge Sampaoli e tem virtudes ao encontrar o posicionamento de diferentes jogadores para contar com as melhores opções em campo.

"O Cuca tem como virtude encontrar o melhor espaço para cada jogador fundamental, isso é uma virtude dele. O Guilherme Arana, que é uma coqueluche, seleção brasileira, ele nunca jogou o que está jogando agora porque ele tem uma função no time do Atlético-MG muito clara. Ele sabe atacar muito bem e sabe defender nada, então ele só ataca e tem um sistema de cobertura perfeita. O Junior Alonso, que é a cobertura dele, já veio na época do Sampaoli, é outro jogador que nas mãos dele está jogando mais ainda do que jogava com o Sampaoli", diz Arnaldo.

"O Allan está jogando muito, o Zaracho é meia? É volante? Não, é terceiro volante com o Cuca, encontrou a posição do cara. O Hulk é ponta? Não, é centroavante. O Cuca fez uma série de coisas nesse Atlético-MG e o Atlético-MG joga melhor, ele é mais regular do que os outros dois. O Atlético-MG não despreza o Brasileiro, ele pode até estourar, a gente não sabe até onde é o limite, mas ele não despreza o Brasileiro, o Hulk joga todo jogo, é o principal jogador do time", completa.

Arnaldo ressalta que não apenas o Atlético-MG consegue estar em três frentes, mas também precisou passar por um caminho mais complicado na Libertadores, eliminando na sequência os argentinos Boca Juniors e River Plate, algo que nenhum brasileiro havia feito, antes de encarar o Palmeiras.

"O Palmeiras tem uma carta na manga só, o Atlético-MG tem três frentes, sendo que o Atlético-MG pegou o seguinte caminho: Boca Juniors, River Plate e Palmeiras. Ele pegou um caminho muito diferente do Palmeiras e muito diferente do Flamengo, completamente diferente. O Atlético-MG faz uma temporada boa para cacete, não é pouca coisa", diz Arnaldo.

"Para um clube que não ganha o Campeonato Brasileiro desde 1971, para um clube que nunca esteve disputando três títulos e está, então acho que não é pouca coisa. Quem está devendo é sobretudo o Palmeiras que está na segunda temporada com o mesmo treinador e pode ficar sem nada, e o Flamengo, que oscila demais. E essa estratégia do Renato, com algumas adaptações, de Grêmio para Flamengo, de priorizar copas não cola. Você pode até antes de um jogo decisivo, em uma viagem, poupar jogadores, agora, deixar de levá-los para uma eventualidade, poupar o goleiro, é um exagero. Quando você tira seis jogadores, sete jogadores de uma viagem, você passa o recado para o seu grupo: esse jogo não é fundamental", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol