PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quem é o prodígio que chegou para o time B e já virou titular do Barça

Yusuf Demir foi contratado por empréstimo para o Barça B, mas já ganhou espaço no time principal - Divulgação/FC Barcelona
Yusuf Demir foi contratado por empréstimo para o Barça B, mas já ganhou espaço no time principal Imagem: Divulgação/FC Barcelona

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

26/09/2021 04h00

Em tempos de crise financeira, resultados ruins e ressaca pós-saída de Messi, o torcedor do Barcelona tem pelo menos uma razão para sorrir: a boa safra de jovens jogadores que veste a camisa do clube. E um deles, Yusuf Demir, mostra no time espanhol a mesma ascensão meteórica que marcou sua carreira até aqui —foi contratado para o time B, mas já fez dois jogos como titular do principal.

Atualmente com 18 anos, Demir nasceu na Áustria, em 2003, filho de imigrantes turcos. Entrou para a base do Rapid Viena, um dos principais times do país, aos 10 anos; aos 15, já assinava seu primeiro contrato profissional. Na temporada passada, com apenas 17, foi um dos principais jogadores do Rapid e marcou seis gols na liga austríaca.

Cotado como uma das maiores promessas do futebol europeu, Demir foi para o Barça por empréstimo. Com graves problemas financeiros, o time catalão desembolsou apenas 500 mil euros pela transação, mas com uma opção de compra fixada em 10 milhões de euros. A princípio, ele chegaria para jogar pelo time B, na terceira divisão espanhola.

Mas como tudo para ele parece acontecer mais rápido, a reviravolta veio já na pré-temporada. O técnico Ronald Koeman gostou das atuações de Demir e preferiu registrá-lo direto no elenco principal; já o capitão do Barça B, Álex Collado, que estava cotado para ganhar uma vaga na equipe de cima, quase foi emprestado e acabou ficando fora do time.

Demir ganhou a camisa 11 e foi titular nas duas últimas partidas do Barcelona no Espanhol, empates nada inspirados contra Granada e Cádiz. Um ponta canhoto e habilidoso, o austríaco tem sido escalado bem aberto pela direita. Mostrou bons momentos nos dois jogos, mas ainda não conseguiu brilhar com um lance decisivo.

A próxima oportunidade pode ser neste domingo (26), quando o Barça pega o Levante no Camp Nou. Uma vitória é determinante para Koeman espantar a pressão e voltar a triunfar após três jogos muito ruins na temporada —além dos empates em La Liga, uma derrota por 3 a 0 para o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões.

Futebol