PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians e Palmeiras, atores no 1º, jogam último clássico vazio de SP

Luan em ação pelo Corinthians, disputa jogada com Patrick de Paula do Palmeiras - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Luan em ação pelo Corinthians, disputa jogada com Patrick de Paula do Palmeiras Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Diego Iwata Lima e Yago Rudá

De São Paulo

25/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

Por vários motivos, é emblemático que o Palmeiras x Corinthians deste sábado (25), às 19h (horário de Brasília), na Neo Química Arena, seja o último clássico sem público do futebol paulista por conta da pandemia. Primeiro porque todo Dérbi costumava ter casa cheia — ainda que, hoje em dia, com torcida única. Mas é curioso notar que o embate entre os maiores rivais do Estado que São Paulo foi um dos primeiros jogos com portões fechados como medida sanitária,

Em 22 de julho de 2020, o mesmo local da partida deste sábado viu o que nenhum torcedor acompanhou de perto: Gil fazer de cabeça o gol que deu vitória ao Alvinegro por 1 a 0 pelo Paulista. O jogo foi tão atípico que o zagueiro contou com a ajuda do seguro goleiro Weverton, que falhou na jogada, para dar a vitória ao Timão.

De lá para cá, os rivais se encontraram mais sete vezes, e cada jogo, além da partida em si, ajuda a contar um pouco desse período tétrico da História, que aos poucos vai começando a ser superado —além de mostrar a evolução das duas equipes até os dias de hoje.

No período, o Palmeiras trocou Vanderlei Luxemburgo por Abel Ferreira. Já o Corinthians demitiu Tiago Nunes e Vagner Mancini justamente após duas das três derrotas para o arquirrival.

À partida deste sábado, o Corinthians do técnico Sylvinho chega pressionado após três empates consecutivos e a pior campanha como mandante em Itaquera de sua história.

Já o Palmeiras vai para o Dérbi em meio à decisão com o Atlético-MG por uma vaga na final da Copa Libertadores e vê o clássico como uma oportunidade de elevar o moral do elenco.

No próximo encontro, que deve acontecer só no Campeonato Paulista de 2022, a tendência é que o estádio, qualquer que seja, esteja lotado e seguro. Atualmente, 40,4% da população brasileira, o que equivale a 82 milhões de pessoas, já está completamente imunizada contra a covid-19.

Veja como foram os outros duelos durante a pandemia:

5 de agosto 2020 - 1ª Final do Paulista: Corinthians 0 x 0 Palmeiras

A primeira final do Estadual, na casa corintiana, teve um ritmo sonolento e cauteloso. Muito em razão de o segundo jogo da final estar agendado para dali a três dias. A impressão foi de que os técnicos dosaram energias para a partida de volta.

O Palmeiras ainda era o time de Luxa, que apostava em Ramires, Patrick de Paula e Gabriel Menino no meio-campo. Já o Corinthians, de Tiago Nunes, teve Ederson, Ramiro e Luan no meio.

Àquela altura, o coronavírus havia matado 97,2 mil pessoas no Brasil —1,4 mil naquela quarta-feira.

8 de agosto 2020 - 2ª final do Paulista: Palmeiras 1(4) x 1 (3) Corinthians

pk  - WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jovem Patrick de Paula comemora o gol decisivo do Palmeiras na decisão contra o Corinthians
Imagem: WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Palmeiras vinha levando o título no tempo normal, quando Gustavo Gómez fez pênalti em Jô no último segundo dos acréscimos. Não é força de expressão, a infração foi cometida quando o cronômetro da transmissão da TV Globo apontava 49min59s do 2º tempo. Jô bateu e fez.

A partida foi para os penais e Michel e Cantillo desperdiçaram. Pelo Palmeiras, só Bruno Henrique perdeu. E Patrick de Paula fez a cobrança decisiva que garantiu o caneco para o time do Parque Antárctica. .

10 de setembro 2020 - Brasileiro - Corinthians 0 x 2 Palmeiras

O Alvinegro recebeu o Palmeiras e se deu mal, no último Dérbi de Luxa e Tiago Nunes à frente dos times. Quanto a Nunes, aliás, esse foi também o último jogo dele como técnico do Timão. O treinador foi demitido no dia seguinte à derrota. Luiz Adriano e Gabriel Veron fizeram os gols dos visitantes.

Mais de 70 mil pessoas já haviam morrido de Covid até aquela data.

18 de janeiro 2021 - Brasileiro - Palmeiras 4 x 0 Corinthians

p - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Raphael Veiga comemora gol marcado pelo Palmeiras contra o Corinthians
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Vindo de uma classificação com muitos sustos à final da Libertadores, após ser massacrado e perder em casa por 2 a 0 para o River Plate (ARG), o Palmeiras goleou seu rival também no Allianz Parque e se encheu de moral para a decisão contra o Santos.

O jogo foi o primeiro Dérbi de Abel Ferreira e Vagner Mancini. Luiz Adriano e Raphael Veiga fizeram dois gols cada. O Corinthians vinha de sete jogos sem perder sob o comando de Mancini antes da goleada. E Gabriel ainda foi expulso.

Naquele dia, o Brasil estava no início da campanha de vacinação contra a covid. Goiás, Santa Catarina, Piauí e São Paulo já estavam imunizando cidadãos.

3 de março de 2021 - Paulista - Corinthians 2 x 2 Palmeiras

O primeiro Dérbi da atual temporada teve dois times reservas em campo. Indignado com o não-adiamento da partida, disputada três dias antes da final da Copa do Brasil, o Palmeiras desdenhou do jogo. Já o Corinthians, com um surto de covid, não teve alternativa a não ser escalar suplentes.

Rodrigo Varanda e Mateus Vital anotaram para o Timão. Lucas Lima e Gabriel Silva fizeram os gols alviverdes.

A covid levou 1.910 pessoas naquele dia. O acumulado total de mortos no Brasil era de 259.271. Cerca de 7 milhões de pessoas já haviam sido vacinadas no Brasil naquela data.

16 de maio de 2021 - Semifinal do Paulista - Corinthians 0 x 2 Palmeiras

Dono de uma campanha melhor, o Corinthians teve o privilégio de decidir a vaga em casa. Não adiantou muita coisa. O jogo foi desastroso para o Corinthians, com direito a pênalti desperdiçado por Luan. O Palmeiras jogou com força máxima disponível e fez 2 a 0 com Victor Luis e Luiz Adriano.

O técnico Vagner Mancini perdeu o emprego após a partida.

12 de junho de 2021 - Brasileiro - Palmeiras 1 x 1 Corinthians

g - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Gabriel, do Corinthians, comemora com Roni gol sobre o Palmeiras, em duelo pelo Brasileiro
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O primeiro Derby de Sylvinho foi bom para o Corinthians. Na casa do rival, o Timão aproveitou a fase complicada do adversário, que havia sido eliminado da Copa do Brasil pelo CRB, em casa, e arrancou um bom empate.

Raphael Veiga abriu o placar no 1º tempo, mas o Palmeiras recuou muito. E logo aos 10min do 2º tempo, a "Lei do Ex" se fez valer para Gabriel deixar tudo igual.

Mais de 482 mil pessoas já haviam partido por conta da covid naquela data, no Brasil. Mas 23,5 milhões de pessoas já estavam imunizadas com duas doses ou a dose única da vacina Janssen.

CORINTHIANS X PALMEIRAS

Motivo: 2º turno do Campeonato Brasileiro

Quando: Sábado, 25 de setembro

Local e Horário: Neo Química Arena, às 19h

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

Corinthians: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo; Willian, Giuliano, Renato Augusto e Gabriel Pereira; Roger Guedes. Técnico: Sylvinho.

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez (Jorge); Felipe Melo e Zé Rafael; Dudu, Veiga e Rony; Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

Tradutor: Corinthians e Palmeiras, atores no 1º, jogam último clássico vazio de SP

Futebol