PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar sobre Copa a cada 2 anos: 'É um olho grande tremendo da Fifa'

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

24/09/2021 04h00

A ideia da Fifa de promover uma Copa do Mundo a cada dois anos, e não mais a cada quatro, não agrada Mauro Cezar. No quadro "Fala, Maurão", o colunista do UOL Esporte alega "olho gordo" da entidade e diz que o maior atrativo do Mundial de seleções é o longo intervalo entre os torneios.

"O grande barato da Copa é que é a cada quatro anos, então, você aguarda aqueles confrontos que demoram a acontecer. O grande charme está aí. E a Fifa quer fazer a cada dois anos por quê? Primeiro, para tentar, de alguma forma, rivalizar com a Liga dos Campeões. Segundo, para faturar mais. Mas vai enfiar aonde no calendário? Vai ser um calendário maluco, e para os europeus mais ainda", analisa Mauro Cezar a partir de 4min44 do vídeo acima.

Para defender sua tese, o jornalista cita o exemplo da Copa América, que, segundo ele, perdeu valor por ser realizada quase todo ano.

"A Copa América era pra ser um evento muito esperado, mas toda hora tem. E aí está a grande questão. Se tivéssemos a Copa América como o Mundial e a Eurocopa, nós curtiríamos mais a competição sul-americana. Como acontece ano sim e o outro ano também perde a graça", acrescenta.

Mauro Cezar prevê um longo embate entre as entidades e diz que a Uefa não deve aceitar a ideia da Fifa passivamente.

"É um olho grande tremendo da Fifa, porque a Uefa teve a competência de realizar um grande evento dos clubes, e futebol é primeiro clube, depois seleção", acrescenta.

"A Fifa quer bater de frente com a Uefa, e a Uefa está bem p da vida, e o bicho vai pegar. Duvido que aceitem passivamente que os clubes fiquem mais vezes desfalcados por conta de mais uma Copa do Mundo por conta da Fifa cada vez mais gananciosa", completa.

Futebol