PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Trajano: "2 a 0 é um placar legal, mas o Flamengo tem que abrir o olho"

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 01h10

Classificação e Jogos

O Flamengo deu um passo importante rumo à final da Libertadores. Com gols de Bruno Henrique, o time rubro-negro venceu o Barcelona-EQU por 2 a 0 no Maracanã, nesta quarta-feira (22), no jogo de ida das semifinais do torneio continental. O time equatoriano pressionou no início, mas os donos da casa se sobressaíram pela melhor qualidade técnica.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Vinícius Mesquita, Menon, Marluci Martins e José Trajano - os comentaristas analisaram a vitória do Flamengo e destacaram o desempenho da equipe. Porém, também enfatizaram que o Barcelona-EQU ainda está vivo na disputa e demonstrou sua força no Maracanã.

"O Barcelona não é um time de se jogar fora. No início, se não fosse o Diego Alves, teria feito um gol. O 2 a 0 é um placar legal, mas o Flamengo tem que abrir o olho e tomar cuidado. O Barcelona vai com tudo na volta, mas a qualidade do Fla transborda. O Flamengo é favorito para o segundo jogo e vai ficar esperando o vencedor de Atlético-MG e Palmeiras", analisou Trajano.

Para Menon, a derrota por 1 a 0 para o Grêmio no último domingo não afetou o astral do Flamengo. "Não tenho visto essa paranoia se o time vai desandar. O Flamengo joga muito bem. Tem muitas variações e jogadores bons. O Renato sabe mexer muito bem com eles e foi bem diferente do último jogo, quando colocou quatro atacantes, um volante e a boa não chegava. O Flamengo é uma maravilha. Joga leve. O futebol brasileiro está muito bem representado", comentou.

Para Marluci, o lado coletivo do Fla se sobressai, o que se tornou um fator crucial para fortalecer a equipe."Essa coletividade é incontestável. O Flamengo vinha de um resultado ruim, quando não jogou nada contra o Grêmio, e criou uma expectativa sobre qual time entraria em campo. Entrou aquele que estamos habituados a ver. Esse sentido de grupo foi ratificado mesmo com Renato Gaúcho. Com ele, sente-se uma alegria maior. Acho isso muito importante para que um time possa se credenciar a títulos e o Flamengo é candidato", apontou.

Embora tenha elogiado o time equatoriano, que eliminou o Fluminense nas quartas de final, Menon também considera o Flamengo bem mais perto de chegar à final. "O Barcelona-EQU é melhor do que o Fluminense e mostrou isso. É um time corajoso. Mesmo com dez jogadores, quase marcou um gol no comecinho do segundo tempo. É um bom time, mas acho que o Flamengo está classificado. Com certeza fará um gol em Guayaquil", apostou.

Marluci também acha que o Flamengo está perto de confirmar sua presença na decisão do título da Libertadores. "Não dá para dizer que o Fla está garantido, mas se o Bracelona for à final será uma zebra. Com 2 a 0, o Flamengo tem uma bela vantagem. O Fla tem um time mehor e mostrou isso hoje [ontem]. Acho muito difícil que seja surpreendido em Guayaquil", opinou.

Trajano achou melhor evitar a euforia pela vitória no Maracanã, já que a equipe equatoriana exibiu virtudes e pode complicar no duelo de volta. "O Barcelona-EQU é um time raçudo e encarou o Flamengo. Pelo andar da carruagem, era para o Barcelona-EQU ter inaugurado o placar. O Diego Alves defendeu duas bolas seguidas. Por isso acho bom tomar cuidado", concluiu.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol