PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milly: São Paulo tem alguma coisa que parece mais emocional do que técnica

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 12h25

Classificação e Jogos

O São Paulo enfrentou ontem (22) o América-MG em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu sair do 0 a 0, causando a decepção do torcedor que esperava uma boa atuação depois da vitória do fim de semana contra o Atlético-GO, além de permanecer em uma posição incômoda, com apenas três pontos acima da zona de rebaixamento.

No UOL News Esporte, Milly Lacombe afirma que falta padrão ao São Paulo, considera que o time pode ter algum problema emocional, mas também vê o momento de se analisar melhor o trabalho do técnico argentino Hernán Crespo após a queda de rendimento que ocorreu desde o título paulista.

"O único padrão desse time do São Paulo até agora é a falta de um padrão, porque é uma ameaça de êxtase, 'agora vai', e foi no Campeonato Paulista, jogando bem, ganhou com honras, méritos o Campeonato Paulista, e aí teve aquele declínio, muitos jogadores contundidos, o padrão não voltou e aí, no último jogo, parecia que estava voltando, porque jogou bem, aí acontece isso de novo, cai de novo. A torcida parece que quer gritar, quer falar 'agora vai' e não consegue", diz Milly.

"Eu li o Menon hoje dizendo que talvez o Crespo tenha que começar a ser questionado. Talvez, e é uma coisa que até ontem, se você me perguntasse, eu diria não. Eu não sou muito a favor dessa cultura de se não está jogando bem, tira o técnico, porque me parece que tem um projeto com o Crespo ali e tem muitos talentos, esse time do São Paulo é um time tecnicamente muito bom, tem alguma coisa que me parece ser mais na ordem do emocional do que do técnico, tem alguma coisa ali que não deu liga", completa.

A jornalista não acredita que o São Paulo possa ser rebaixado, mas ressalta que a colocação atual é perigosa e requer uma análise mais profunda sobre o que acontece com o trabalho de Crespo.

"Talvez a gente tenha que começar a falar sim do Hernán Crespo, que mostrou que é um bom treinador, fez um trabalho incrível no Paulista, mas o Campeonato Brasileiro, como dizem os jovens, é um outro rolê e o São Paulo está se colocando em uma situação perigosa. Não vai cair, claro que não, mas tem uma temeridade ali, talvez a gente tenha que olhar o trabalho do Crespo sim, o Menon está certo", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol