PUBLICIDADE
Topo

La Liga - 2021/2022

Barça faz jogo sofrível, sai no lucro com empate e segue 'desaparecido'

Memphis Depay lamenta chance perdida na partida entre Barcelona e Cádiz pelo Campeonato Espanhol - GettyImages
Memphis Depay lamenta chance perdida na partida entre Barcelona e Cádiz pelo Campeonato Espanhol Imagem: GettyImages

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 18h55Atualizada em 23/09/2021 19h09

Classificação e Jogos

O Barcelona empatou por 0 a 0 contra o Cádiz, no Estadio Nuevo Mirandilla. Em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Espanhol, os comandados de Ronald Koeman, que acabou expulso, apresentaram um futebol sem muita inspiração e chegaram ao terceiro jogo sem vencer.

O destaque da partida foi o goleiro Ter Stegen. Por mais que o arqueiro do time catalão tivesse feito boas defesas no decorrer da partida, quando o Barça ficou com um jogador a menos, foi ele quem segurou a pressão e evitou que os culés deixassem Cádiz com uma derrota na bagagem.

Com o resultado, o Barcelona segue na sétima colocação com nove pontos, tendo sete de diferença para o líder Real Madrid. Já o Cádiz é o 14º colocado, com apenas seis pontos.

O Barcelona volta aos gramados no domingo (26), quando recebe o Levante, em casa, pela La Liga. Depois disso dá início a preparação para o segundo jogo na Liga dos Campeões, o adversário da vez será o Benfica, em Portugal. Já o Cádiz visitará o Rayo Vallecano no domingo (26).

Começo frio

A primeira etapa foi sem muita inspiração por parte de ambas as equipes. Enquanto o Cádiz se fechou, o Barcelona teve algumas oportunidades de abrir o placar, mas não foi decisivo nas vezes em que ficou perto de marcar.

O goleiro Ledesma precisou trabalhar duas vezes, uma delas foi com uma finalização de Depay e a outra foi em um erro de saída do setor defensivo e Luuk de Jong quase conseguiu atrapalhar ainda mais a situação e abrir o placar.

Barça com um a menos

Após um começo um pouco mais agitado, com oportunidades para ambos os lados, o Barcelona ficou com um a menos após a expulsão de Frenkie De Jong. Aos 15 minutos, o volante recebeu o segundo amarelo e obrigou Ronald Koeman mexer na formação tática para evitar uma possível derrota.

Coutinho apagado

Uma das escolhas de Koeman foi o brasileiro Philippe Coutinho, que entrou em campo com 22 minutos, mas não teve muitas oportunidades. Em alguns lances individuais, o meio-campista não teve tanta efetividade e acabou os 90 minutos com uma atuação apagada.

Gigante Ter Stegen

O goleiro alemão foi quem segurou a pressão e ajudou o Barcelona a não lamentar um revés na partida. Além das boas defesas na primeira etapa, o arqueiro foi fundamental quando os comandados de Koeman ficaram com um a menos. Na segunda etapa, o guarda-redes fez 'milagre' para evitar que os donos da casa balançassem as redes.