PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Alicia: Um jogo menos pior para o Palmeiras do ponto de vista de resultado

Do UOL, em São Paulo

22/09/2021 11h30

Classificação e Jogos

O jogo entre Palmeiras e Atlético-MG não agradou os torcedores em termos de qualidade, com o empate em 0 a 0, poucas oportunidades criadas e os times evitando ao máximo erros que pudessem comprometer o confronto, com a única chance clara no pênalti desperdiçado por Hulk ainda no primeiro tempo, mas no final o atual campeão da Libertadores vai a Belo Horizonte com a possibilidade de se garantir na final em um empate com gols, considerando o seu bom desempenho como visitante.

No UOL News Esporte, Alicia Klein analisa o jogo e considera que, embora o jogo não tenha sido bom tecnicamente, para o time do técnico Abel Ferreira o resultado não foi tão ruim e que aparentemente a missão do Palmeiras era evitar que a defesa pudesse sofrer gols em casa e discorda que a estratégia palmeirense tenha sido covarde para a partida.

"Foi um jogo muito ruim para os espectadores, um jogo ruim para o Galo e um pouco menos pior para o Palmeiras, do ponto de vista de resultado. O que o Palmeiras conseguiu fazer, evitar que o Galo chutasse gol, era mais difícil do que parar o ataque do Palmeiras. No momento em que as duas equipes vivem, o Galo era mais perigoso, inclusive, em quase todas as nossas mesas de debate, o Galo aparecia como favorito, pelo menos como ligeiro favorito, pelo momento em que vive no Campeonato Brasileiro, pelo time que montou, agora com a chegada do Diego Costa. O que o Abel conseguiu fazer era mais difícil", diz Alicia.

"Eu não acho que foi uma estratégia covarde, eu acho que foi uma estratégia que fez com que o jogo fosse horrível de assistir e foi uma estratégia para não perder o jogo e para tentar garantir a classificação. E aí vai ser muito interessante ver o jogo em Belo Horizonte, porque o Atlético-MG é um time que joga muito bem em casa, tem um desempenho muito bom no Mineirão, vai ter torcida também, e o Palmeiras é um time que joga muito bem fora de casa, o Palmeiras está há 14 jogos sem perder fora de casa na Libertadores", completa.

A jornalista destaca ainda o fato de o empate no Allianz Parque permitir que o Palmeiras se classifique para a final da Libertadores sem vencer a partida no Mineirão, onde o adversário atuará com a presença dos seus torcedores.

"O Palmeiras não precisa ganhar, então eu acho que de fato não há uma estratégia de necessariamente tentar ganhar o jogo, mas há uma estratégia de não perder e não perdendo o Palmeiras pode se classificar, a menos que vá para os pênaltis, 0 a 0 e pênaltis, a chance de o Palmeiras passar já fica um pouco mais complicada com o desempenho pífio que o Palmeiras tem tido nos penais", diz Alicia.

"Acho que a estratégia do Abel funcionou. Ela pode ser boa, ela pode ser ruim, ela certamente não convidou o futebol para dentro de campo, mas ela funcionou, que foi parar o ataque do Galo, era provavelmente tentar conseguir marcar um gol no contra-ataque, não conseguiu, os atacantes do Palmeiras não pegaram na bola, mas é isso, ambas as equipes não chutaram ao gol", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol