PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Cicinho diz que postura de Dani Alves deixou atletas do SPFC chateados

Cicinho declarou que Daniel Alves nunca agiu como líder do São Paulo - Reprodução/Instagram
Cicinho declarou que Daniel Alves nunca agiu como líder do São Paulo Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

21/09/2021 07h58

O ex-lateral Cicinho afirmou que os jogadores do São Paulo ficaram chateados com o também lateral Daniel Alves pelo comportamento do atleta no clube. Segundo o ex-jogador, o ex-camisa 10 nunca agiu como líder do elenco.

"Eu tive informações lá de dentro que os jogadores estavam chateados com o Daniel Alves, porque ele veio para ser um líder e nunca agiu como tal. O elenco estava saturado com o Daniel Alves", disse Cicinho ao Arena SBT.

"O comportamento dele, tudo o que ele fez, se colocando acima do São Paulo, deixou os jogadores chateados. Ele, como líder, deveria ter chamado a responsabilidade. Com as declarações dele, ele trouxe responsabilidade e cobrança para cima do grupo, e isso afetou muito os jogadores. Começaram a ser contestados, vivendo muita pressão, então, tudo por culpa dele (Daniel)", acrescentou Cicinho.

Na semana passada, o São Paulo chegou a um acordo e rescindiu o contrato de Daniel Alves. O Tricolor paulista vai pagar cerca de R$ 18 milhões que deve ao jogador a partir do ano que vem de maneira parcelada em cinco anos.

Após diversos episódios que geraram desgaste entre as partes, a ruptura definitiva na relação ocorreu na semana anterior, quando Daniel Alves decidiu não se reapresentar ao São Paulo após período com a seleção brasileira e irritou o clube ao "mandar recado" via seu estafe de que não jogaria mais enquanto houvesse dívida do clube com ele.

O lateral foi alvo de críticas do torcedor principalmente quando optou por aceitar o convite do técnico André Jardine para disputar as Olimpíadas de Tóquio-2020 como um dos jogadores acima dos 23 anos da seleção brasileira. Com problemas no Brasileirão e frequentando até a zona do rebaixamento, parte da torcida afirmou que Dani Alves estava abandonando o São Paulo.

A decisão do lateral foi apoiada pela diretoria do clube, que se viu sem poder para vetar a ida do jogador diante da grande dívida salarial com ele. Depois da conquista do ouro nos Jogos Olímpicos, o lateral desabafou ao dizer que "o São Paulo falhou" com ele e que ele não falhava com o time.

São Paulo