PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: "Borja e Renato Gaúcho derrotaram o Flamengo"

Do UOL, em São Paulo

19/09/2021 23h59

Classificação e Jogos

Surpresa no Maracanã. Neste domingo (19), o Grêmio venceu o Flamengo por 1 a 0 fora de casa pela 21ª rodada do Brasileirão. A vantagem gremista poderia ser ainda maior, pois Diego Alves defendeu o pênalti cobrado por Borja nos acréscimos do segundo tempo. O resultado não foi suficiente para tirar o Tricolor da zona do rebaixamento. Para o time da Gávea, o tropeço deixa um alerta para o duelo contra o Barcelona-EQU, na quarta-feira (22), pelas semifinais da Libertadores.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Menon, Maria Victoria Poli e Rodolfo Rodrigues - os comentaristas analisaram a surpreendente vitória gremista e os possíveis efeitos que este resultado pode causar ao Flamengo em uma semana decisiva.

"Borja e Renato Gaúcho derrotaram o Flamengo. O Borja é um tipo de jogador de que gosto muito, um centroavante. Brigou o tempo todo, quase literalmente, com o Rodrigo Caio. Ele errou um pênalti no final, mas o papel dele já havia sido feito. A partir do 1 a 0, o Grêmio fez o tipo de jogo que lhe agrada muito, de picotar, fazer cera", comentou Menon.

Mavi também achou que o treinador do Fla pecou no jogo de hoje. "Para o Flamengo, foi um resultado bem ruim e complica um pouco a situação no Brasileiro, pois se afasta do líder e desperdiça uma boa oportunidade. Vinha de uma boa sequência contra o Grêmio, mas o Renato Gaúcho foi mal nas substituições. O time não conseguia criar e ficou preso em uma linha de quatro, cinco jogadores sem conseguir furá-la e criar nada", disse.

Menon explicou os motivos pelos quais Renato Gaúcho teve um domingo ruim. "Ele usou aquela velha tática que nunca dá certo. Colocou quatro atacantes: Michael, Bruno Henrique, Gabigol e Pedro. Para fazer a bola chegar neles, só tinha o Andreas Pereira. O Flamengo perdeu totalmente o meio-campo. Na ânsia de virar o jogo, optou por encher a equipe de atacantes e esperar a bola chegar. Matheuzinho e Thiago Maia deveriam ter entrado antes", opinou.

Apesar da derrota, Rodrigues acha que o tropeço não complica a situação do rubro-negro na disputa pelo título nacional. "Foi uma jornada bem ruim para o Flamengo. Além de perder e jogar mal, viu seus concorrentes diretos Atlético-MG e Palmeiras ganharem. Não acho que o resultado vai atrapalhar os planos do Flamengo de brigar pelo título. Não consegue encostar, mas segue firme e forte. O Fla não teve criatividade e sentiu as ausências de Arrascaeta, Filipe Luis e Diego", analisou o colunista.

Rodrigues também considera que o resultado deste domingo no Maracanã não terá tanta influência para o duelo pela Libertadores. "Liga um pouco o sinal de alerta. Não sei se o Flamengo contará com Arrascaeta e Filipe Luis, que são peças-chave do time. O mau futebol apresentado hoje foi meio preocupante, mas o Flamengo tem jogado bem e conquistado goleadas, mesmo fora de casa. Tem condição de conseguir uma boa vantagem. O Renato mexeu mal, mas tem boas opções no banco. Ele consegue organizar o time melhor. [A derrota] Não atrapalha os planos. Foi um acidente de percurso", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol